Siga o OTD

Basquete

Bronze no Mundial de 1971, Laís Helena falece

Aos 76 anos, recém completados, Laís Elena faleceu, nesta terça-feira (12). Bronze no Mundial de 1971, ela escreveu história no basquete de Santo André.

Foto: Alex Cavanha/PSA

Bronze no Mundial de 1971, Laís Helena falece

Dona da medalha de bronze no Mundial de 1971, a ex-jogadora da Seleção brasileira e treinadora de Santo André, Laís Elena Aranha da Silva, faleceu, nesta terça-feira (12).

Um dos maiores nomes da história do basquete, Laís era secretária adjunta de Esporte e Prática Esportiva desde o início da atual gestão, em janeiro de 2017. A prefeitura de Santo André decretou três dias de luto.

Ela completou 76 anos de idade nesta segunda-feira (11) e lutava contra um câncer de mama. Dedicou sua vida ao basquete e, mais do que ganhar diversos títulos, atuava de maneira inspiradora na área social.

Um mês atrás, ela sofreu uma convulsão e precisou ser hospitalizada. Por enquanto não há informações sobre velório e enterro.

Laís Elena nasceu em Garça, no centro-oeste paulista. Ela começou como armadora no Corinthians e foi ao Santo André em 1964, onde permaneceu por 11 anos como jogadora.

Na Seleção, foi cinco vezes campeã Sul-Americana (1965, 1967, 1968, 1970 e 1974) e bicampeã dos Jogos Pan-Americanos (1967 e 1971). Conquistou, também, medalha de bronze no Mundial de 1971, em terras tupiniquins.

O velório de Laís Elena acontecerá nesta quarta-feira (13), das 7h às 15h, na Câmara Municipal de Santo André.

Mais em Basquete