Siga o OTD

Surfe

ASSISTA AO VIVO: Jogos Mundiais de Surfe 2019

Gabriel Medina, Filipe Toledo e Ítalo Ferreira, no masculino, e Tatiana Weston-Webb, Silvana Lima e Tainá Hinckel, no feminino, serão os representantes brasileiros

Gabriel Medina nos Jogos Mundiais de surfe
ISA/Sean Evans

ASSISTA AO VIVO: Jogos Mundiais de Surfe 2019

Começa na madrugada deste sábado o ISA World Surfing Games, os Jogos Mundiais de surfe, que contarão com a participação de seis brasileiros: Gabriel Medina, Filipe Toledo e Ítalo Ferreira, no masculino, e Tatiana Weston-Webb, Silvana Lima e Tainá Hinckel, no feminino. A competição não distribui vagas olímpicas diretamente para os surfistas que disputam a WSL (World Surf League), mas a participação nela os torna elegíveis a um lugar em Tóquio 2020. Por isso, outros membros da elite mundial da modalidade estarão presentes em Miyazaki, no Japão, local do evento, como o multicampeão Kelly Slater, que substitui John John Florence, Kolohe Andino e Carissa Moore, dos Estados Unidos, Kanoa Igarashi, do Japão, Jordy Smith, da África do Sul, Stephanie Gilmorere, Julian Wilson e Owen Wright, da Austrália, além da dupla francesa Michel Bourez e Jeremy Flores, entre outros.

A programação prevê que a cerimônia de abertura acontecerá às 23h desta sexta no horário de Brasília e para às 3h da manhã deste sábado o início da competição feminina, que será realizada até o dia 11 de setembro. A disputa masculina começa no dia 10 e tem previsão de acabar no dia 15. Até o início da competição, Ítalo Ferreira precisa resolver um problema. Ele teve o passaporte furtado na Califórnia na última terça-feira e estava com dificuldade para obter visto para entrar no Japão.

Serão ao todo 240 surfistas de 55 países diferentes em ação na praia de Miyazaki, no Japão. Quem compete da World Surf League tem a obrigação de participar dos Jogos Mundiais de Surfe para se tornarem candidatos às vagas em Tóquio que serão dadas aos 10 melhores homens e oito melhores mulheres do Circuito Mundial. Mas para as nações de menor tradição na modalidade, a competição que começa neste sábado pode garantir um lugar na Olimpíada.

Se classificam para os Jogos de Tóquio o melhor homem e a melhor mulher durante os Jogos Mundiais de surfe de quatro continentes: África, Ásia, Europa e Oceania. A América não participa desse processo porque os Jogos Pan-Americanos deram a seus campeões um lugar na Olimpíada: os peruanos Lucas Mesinas e Daniella Rosas.

Confira a distribuição das vagas olímpicas do surfe:

  • Circuito Mundial 2019: 10 homens 8 mulheres
  • Jogos Pan-americanos 2019: vaga para o campeão/campeã
  • Jogos Mundiais de Surfe 2019: 4 homens e 4 mulheres com cada um deles como melhor dos continentes África, Ásia, Europa e Oceania.
  • Jogos Mundiais de Surfe 2020: 4 homens e 4 mulheres
  • País sede: um homem e uma mulher

Mais em Surfe