Siga o OTD

Paralimpíada

Seleção de Esgrima disputa Copa do Mundo de olho em Tóquio

Seleção terá cinco atletas em disputa na etapa da Geórgia da Copa do Mundo, que é a primeira a contar pontos para a Paralimpíada

Divulgação/CPB

A Seleção Brasileira de esgrima em cadeira de rodas está em Tbilisi, na Geórgia, para a Copa do Mundo da modalidade. A competição abre o período de qualificação para a Paralimpíada de Tóquio 2020. A disputa será de 8 a 11 de novembro e terá cinco atletas brasileiros.

Este ano, a Seleção já participou de outras quatro edições da Copa do Mundo – Itália, Hungria, Polônia e Canadá. Como a temporada de qualificação para Tóquio iniciou somente no dia 1 de novembro, esta será, portanto, a primeira a contar pontos para o ranking paralímpico da modalidade. Assim, os atletas poderão disputar uma vaga para a Paralimpíada até o dia 31 de maio de 2020.

Nas edições anteriores, Jovane Guissone foi o único atleta brasileiro a conquistar medalhas. Foram seis ao todo, sendo duas de prata e quatro de bronze. “A gente tem também boas expectativas para a competição. O Jovane, que é nosso principal atleta, tem chance de medalha nas duas armas, no florete e na espada. Estamos confiantes que vamos levar alguma medalha para o Brasil desta vez também”, disse Ivan Schwantes, técnico da Seleção.

O time brasileiro conta, além de Jovane, categoria A, com Vanderson Luis da Silva Chaves, categoria B; Alex Sandro Aparecido de Souza, categoria A; Karina Fernandes Maia, categoria A; e Suelen Rodolpho, categoria B. Eles competem nas provas de espada e florete.

A última competição da Seleção de 2018 é a Copa do Mundo de Kyoto, no Japão, dos dias 13 a 16 de dezembro. A expectativa é que o Brasil vá com sete atletas.

Mais em Paralimpíada