Siga o OTD

Jogos Olímpicos da Juventude

Senegal será sede dos Jogos da Juventude de 2022

Senegaleses ganham o direito de sediar os Jogos Olímpicos da Juventude e continente africano receberá pela primeira vez um evento olímpico

Imagem: COI

O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou nesta segunda-feira a sede dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2022. Senegal foi o país eleito para receber a competição, que marcará a primeira disputa olímpica na história em um país africano.

A decisão foi anunciada durante a Sessão do COI, que acontece em Buenos Aires, na Argentina. Os senegaleses conquistaram o direito de sediar o evento à frente de Botsuana, Nigéria e Tunísia, que também tinham demonstrado interesse em receber a competição.

Senegal já havia sido recomendado pela Mesa Executiva do COI em setembro, mas só agora recebeu a confirmação oficial.

A candidatura senegalesa se concentra em três cidades: a capital Dakar, a nova cidade de Diamniadio e o resort costeiro de Saly. O plano senegalês é explorar a imagem da estratégia de desenvolvimento realizada no país, que busca expansões econômicas e de infraestrutura na nação localizada no oeste africano.

“A África está unida atrás de Senegal para sediar os Jogos Olímpicos da Juventude de 2022. Com uma população jovem e apaixonada por esporte, chegou a hora da África, é hora do Senegal”, disse Thomas Bach, presidente do COI, no anúncio.

O presidente senegalês Macky Sall esteve presente na Sessão em Buenos Aires, e falou ao COI: “Senegal e seus jovens estão orgulhosos da honra que vocês nos concederam ao confiar a organização dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2022 ao país”.

Mais em Jogos Olímpicos da Juventude