Siga o OTD

Canoagem Velocidade

Brasil encerra Pan-Americano no Equador com 37 medalhas

O Brasil encerrou neste domingo sua participação no Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, em Ibarra no Equador. O último dia não foi diferente dos outros, com muitos pódios para o Brasil nas provas de 200m. Neste domingo os brasileiros garantiram 16 medalhas, chegando a 37 pódios ao todo ao longo de toda a competição.

Canoa

Nas disputas masculinas de C2 o Brasil teve 100% de aproveitamento, conquistando duas medalhas de ouro. A primeira na categoria Sênior com Jack Goodmann e Maico dos Santos, a terceira deles na competição e a outra foi conquistada na categoria Júnior, com a dupla Helton Silva e Sávio Vieira. “Estou muito feliz pelos meus resultados, foi uma experiência incrível, estou saindo com duas pratas, uma no C2 1000m e outra 500m. Hoje eu e o Sávio conseguimos ser campeões pan-americanos, ganhamos com uma diferença de dois barcos, foi muito bom”, comentou Helton.

O terceiro ouro do dia veio com o atleta Diego Fontes, estreante em competições internacionais, que conquistou o primeiro lugar a prova de C1 Júnior. Ontem Diego já havia conquistado sua primeira medalha na competição, uma prata, com seu companheiro Helton, no C2 Júnior 500m.

Fechando os pódios masculinos na canoa, Jack Goodmann garantiu mais uma medalha na competição, desta vez o bronze no C1 Sênior, sua sexta medalha no Pan-americano.

Nas disputas femininas de canoa as atletas Valdenice Nascimento e Tania Paixão conquistaram medalhas de bronze, nas provas de C1 Sênior e Júnior, respectivamente.  A última medalha de bronze foi para dupla Andrea Oliveira e Angela Silva. “Estamos satisfeitas com nossos resultados se pensarmos que estamos em um período da temporada pós Mundial. Nesse período desligamos o motor a pedido do treinador, para termos um descanso antes de começarmos uma nova temporada, para o Mundial 2018”, disse a canoísta Angela.

Caiaque

No caiaque o último dia de competição rendeu duas medalhas, uma de prata no K2 Júnior, novamente com a dupla Vitor Navarro e Marcos Scolaro, que garantiu o segundo lugar nas três distâncias: 1000m, 500m e 200m. A outra medalha do caiaque foi conquistada por Pedro da Costa, bronze no K1 Sênior 200m.

Paracanoagem

A Paracanoagem Brasileira mostrou hoje na disputa do Campeonato Pan-americano a sua hegemonia nas Américas, e conquistou medalha em todas as provas disputadas.

No feminino foram três ouros e uma prata, Debora Benevides conquistou o ouro nas suas duas provas, VL2 e KL2, e Mari Santili conquistou o ouro na disputa da KL3. A estreante em competições internacionais Brenda de Almeida conquistou a prata na KL1.
No masculino foram quatro ouros, uma prata e um bronze. O atleta Luis Carlos Cardoso conquistou o lugar mais alto do pódio nas provas de KL1 e VL1, Igor Tofalini garantiu o ouro na disputa do KL2, e o estreante Giovane de Paula também garantiu sua primeira medalha, se tornando campeão Pan-americano na prova de KL3.

As medalhas de prata e bronze foram conquistas pelo atleta Alex Sandro Pessoa, a prata no VL2 e no KL2 o bronze.

Para o chefe de equipe Luiz Gustavo dos Santos o resultado foi além do esperado, “Viemos para buscar bons resultados principalmente na canoa, que entrou para os próximos Jogos Olímpicos, visando organizar a equipe com atletas novos. Conseguimos tudo isso e ainda duas medalhas com atletas estreantes com a Brenda e com o Giovane, os resultados foram extremamente positivos”.

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Canoagem Velocidade