Siga o OTD

Basquete

Minas supera Joinville em casa e se mantém na cola dos líderes

O Minas Tênis Clube segue em um grande início de temporada. Na noite desta segunda-feira (04), a vítima minastenista foi o Joinville/AABJ. Com o início de jogo arrasador, os comandados de Flávio Espiga logo se colocaram em boa vantagem e souberam administrar o marcador para chegar ao terceiro triunfo consecutivo, por 69 a 52, na Arena Minas Tênis Clube.

Com um trabalho ofensivo coletivo espetacular, o Minas dominou o primeiro quarto e deu grande passo rumo à vitória. Todos os 24 pontos anotados pela equipe de Flávio Espiga vieram através das dez assistências distribuídas na parcial inicial, sendo seis de Gegê, sem o time ir à linha do lance livre ao longo dos dez minutos. Na defesa, os minastenistas cederam alguns rebotes ofensivos (quatro), porém, com o baixo aproveitamento do Joinville, fecharam os dez minutos iniciais já com grande vantagem, vencendo por 24 a 12.

+CONFIRA A TABELA COMPLETA DO NBB 2017/18

Após um segundo quarto pouco superior do Minas (18 a 12), o Joinville reagiu na volta do intervalo e venceu a terceira parcial (15 a 10). Com isso, os comandados de Flávio Espiga foram aos dez minutos finais com 13 pontos de frente (52 a 39) e souberam administrar bem. Com J. Campos inspirado no período, com nove pontos, em 4/4 nos arremessos de quadra, os donos da casa ampliaram ainda mais marcador e finalizaram a partida com vitória tranquila.

Com o quinto resultado positivo contra um negativo na temporada, o Minas segue na terceira colocação devido a vitória do EC Pinheiros (2º), também nesta noite. Quem também permanece na sua posição, 11º, é o Joinville, que agora tem uma vitória e três derrotas no NBB 17/18.

A versatilidade de Wesley vem sendo fundamental para o ótimo início de temporada da sua equipe. Nesta noite, o ala/pivô contribuiu de todas as formas para o Minas. Cestinha do time, foram 18 pontos, além de quatro importantíssimos rebotes ofensivos, que somados aos defensivos, totalizaram seis para o camisa 21 mineiro, que ainda distribuiu três assistências.

Outro dono de um grande início de temporada, assim como boa parte do elenco mineiro, Jefferson Campos foi fundamental mais uma vez. Vindo do banco de reservas como sempre, o ala/armador anotou 14 pontos, sendo nove na parcial final, pegou quatro rebotes, distribuiu duas assistências e roubou duas bolas, terminando como atleta mais eficiente pelo time da casa, com 19 registrado.

Melhor passador do NBB 17/18, Gegê não esteve com a pontaria calibrada nesta noite, mas contribuiu distribuindo a bola para todo seu grupo. No controle absoluto do ritmo ofensivo do Minas, o armador registrou nove assistências apenas no primeiro tempo. Na segunda metade da partida, o camisa 19 foi menos produtivo, até pela bela queda do time em relação aos 20 minutos iniciais, mas mesmo assim deixou a quadra com o recorde desta edição da competição, com 12 assistências alcançadas.

Muito sólido partida a partida, Teichmann teve mais uma atuação muito regular. Após um ótimo início no ataque, com oito pontos no primeiro quarto, o pivô diminuiu a produção ofensiva e focou mais na proteção do aro. Ao todo, foram 29 minutos para o camisa 11 mineiro, que deixou a quadra com dez pontos, oito rebotes, duas assistências, dois roubos de bola e dois tocos.

Se o primeiro tempo foi bem abaixo para equipe catarinense, no segundo o time demonstrou reação e dificultou bem mais a vida do Minas. Destaque para o irmãos Vezaro, cestinhas do time na partida, com 20 pontos para Felipe e 13 para Lucas. Além dos dois, Deonta Stocks também contribuiu bem, com nove tentos, seis rebotes e seis assistências.

O Minas agora passa por um longo momento sem jogos, só voltando a atuar no dia 18, às 20 horas (de Brasília), diante do Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ). Já o Joinville tem o próximo compromisso nesta quarta-feira (06), às 20 horas (de Brasília), contra a LSB/Uniso, dentro de casa.

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Basquete