Siga o OTD

Wrestling

Vinicius Joaquim: de ‘quase’ pedreiro a referência da família

Vinicius Joaquim quase seguiu os passos do pai, mas a modalidade mudou completamente sua vida e hoje é a referência para a irmã mais nova

Vinicius Joaquim
Facebook/Vinicius Joaquim

“O wrestling mudou a minha vida e hoje ele é a minha vida”. A frase é de Vinícius Joaquim, 22, ao tentar explicar a importância da modalidade. Filho do meio de três irmãos de uma família humilde de São Paulo, o atleta entrou para o esporte para “gastar energia” e hoje sonha em estar nos Jogos Olímpicos. 

Dois treinos. Foi isso que Vinícius Joaquim precisou para conseguir subir ao pódio em sua primeira competição de wrestling na vida. Colocado pela mãe no esporte para conseguir gastar um pouco de energia, o menino participou de dois treinos, competiu e ficou com uma medalha. 

“É sempre legal ganhar medalha. Lembro que treinei pouco, fui competir e subi no pódio. Com isso, eu vi que poderia ter sucesso no wrestling e passei a querer ainda mais o esporte. Comecei a treinar ainda mais sério, fui buscando mais e mais e a minha vida mudou completamente”. 

-Pâmela Rosa é campeã e faz dobradinha com Rayssa Leal na final da SLS

Quase seguiu os caminhos do pai 

Mas nem tudo são flores na trajetória de Vinícius Joaquim. A escolha pelo esporte não foi fácil de ser aceita pelos pais. Filho de um pedreiro e uma autônoma, a origem humilde pesou na hora de comunicar aos dois que queria seguir no wrestling pela vida toda. 

“Não entenda mal, meu pais são humildes e não conheciam o wrestling a fundo. Além disso, não acreditavam na história de vencer através do esporte. Meu pai sustentou a casa e criou os filhos sendo pedreiro e queria isso para mim. Não era por não gostar da modalidade ou não me apoiar, era só a forma como eles pensavam que eu poderia ter um futuro melhor como pessoa”. 

Mas tudo mudou quando os estudos apareceram. Com os resultados que conquistou durante sua trajetória no wrestling, representando na maioria delas o Centro Olímpico de São Paulo, Vinícius Joaquim ganhou notoriedade na modalidade e a chance de cursar uma faculdade apareceu. “Com o passar do tempo, e com os resultados, meus pais foram apoiando mais e mais. Mas tudo mudou com a chance de fazer faculdade com bolsa por conta do wrestling. Neste momento meus pais entenderam realmente que o esporte mudou a minha vida”.

Inspiração em casa 

Com a faculdade, a importância do Centro Olímpico aumentou. No clube que treina, Vinícius Joaquim também dá algumas aulas para os alunos mais novos que estão iniciando no esporte e, por conta disso, acaba passando a maior parte do dia no clube. Além disso, o atleta passou a ser referência dentro de sua casa. 

Conseguindo alcançar sonhos da família e coisas que nunca imaginou, Vinicius passou a ser espelho de sua irmã mais nova, Júlia Joaquim, de 14 anos, que passou a querer treinar wrestling e hoje busca seguir o mesmo caminho do irmão. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Sem ida ao mundial por erro do clube

Por conta de seus resultados durante o ano de 2021, Vinicius Joaquim se credenciou para a disputa do Mundial Sub-23 de wrestling, que aconteceu no começo do mês de novembro na Sérvia. Contudo, por conta de um erro do Centro Olímpico no momento da inscrição do atleta, o brasileiro não viajou para a competição. Em contato com a reportagem do Olimpíada Todo Dia, o clube enviou uma nota que está reproduzida em sua íntegra abaixo. 

“A diretoria do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa e a Associação Desportiva Centro Olímpico esclarecem os seguintes fatos em relação ao pedido de informações sobre a não ida do atleta Vinicius Joaquim ao Campeonato Mundial Sub-23 de wrestling, que ocorreu em novembro na Sérvia.

O atleta em questão obteve o direito de disputar o referido Campeonato Mundial, diante de seus resultados desportivos alcançados em 2021. No entanto, a Confederação Brasileira de Wrestling (CBW) decidiu não enviar nenhum atleta à competição, o que inclui Vinicius Joaquim, ficando a cargo de cada lutador e seu respectivo clube e/ou equipe arcar com os custos envolvidos, como passagem aérea e hospedagem, entre outros. 

Diante deste fato, houve uma análise interna do Centro Olímpico, considerando a importância técnica e esportiva da competição, em contraponto ao aspecto financeiro e os custos envolvidos para o envio à Sérvia não somente de Vinicius Joaquim, mas também de outro atleta do Centro Olímpico, e mais um treinador. 

Após a análise, houve aprovação para a viagem. Porém, devido a questões internas, a inscrição para o Campeonato Mundial não foi realizada a tempo. Houve a tentativa de inscrição após o prazo estipulado, mas acabou não sendo aceita”.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Wrestling