Siga o OTD

Wrestling

Laís Nunes e Giullia Penalber são eliminadas nas quartas de final na Ucrânia

Laís Nunes e Giullia Penalber encerram neste sábado a participação brasileira no Torneio Internacional da Ucrânia de wrestling

Giullia Penalber e Lais Nunes serão cabeças de chave na seletiva olímpica
(Foto: Divulgação)

Depois da eliminação de Kamila Barbosa nas oitavas de final, Laís Nunes e Giullia Penalber entraram em ação neste sábado em busca de uma medalha no Torneio Internacional da Ucrânia de wrestling, mas ambas acabaram perdendo nas quartas de final e não conseguiram avançar para a repescagem porque suas algozes foram eliminadas na semifinal.

Laís Nunes foi a primeira a lutar. Ela começou a competição no qualifying da categoria até 62 kg e superou a romena Kriszta-Tuende Incze por 6 a 3. Com o resultado, avançou para as oitavas de final para enfrentar a canadense Michelle Fazzari.

O duelo foi muito equilibrado. Nenhuma das duas lutadoras conseguiu ter uma grande predominância sobre a adversária, mas Michelle Fazzari foi punida duas vezes contra apenas uma de Laís Nunes, que, com isso, se classificou para as quartas de final.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Por uma vaga na semifinal, Laís Nunes teve pela frente a ucraniana Yulia Tkach, terceira colocada no ranking mundial, e fez uma luta de igual para igual. A brasileira, que é a 14ª. do mundo, foi derrubada logo aos dois minutos de combate, o que fez com que ela ficasse atrás no placar em 2 a 0.

Depois disso, Laís Nunes passou os quatro minutos seguintes tentando encaixar algum golpe na ucraniana, que se defendeu bem e ainda tomou uma punição no final por falta de combatividade. Mas, a brasileira precisava pelo menos de mais uma pontuação para ter chance de vitória. Como não conseguiu, perdeu por 2 a 1.

Derrotada nas quartas de final, Laís Nunes ainda teria a chance de brigar pela medalha de bronze na repescagem se Yulia Tkach chegasse à final, mas a ucraniana foi surpreendida pela compatriota  Ilona Prokopevniuk por 3 a 1 e acabou com as chances da brasileira.

Quinta colocada do ranking mundial da categoria até 57 kg, Giullia Penalber começou o Torneio Internacional da Ucrânia direto nas oitavas de final, fase em que enfrentou a polonesa Magdalena Glodek.

Giullia Penalber estava perdendo por 1 a 0, quando conseguiu derrubar a adversária, golpe que lhe rendeu quatro pontos, e, na sequência do lance, se projetou para cima de Magdalena Glodek para imobilizá-la e garantir a classificação para as quartas de final.

Na busca pela vaga na semifinal, Giulia Penalber teve pela frente a búlgara Bilana Dudova, que saiu na frente por 1 a 0 com uma punição dada pela brasileira, que reagiu, derrubou a adversária e virou para 4 a 1.

Faltando 1min13s para o fim da luta, Bilana Dudova conseguiu dois pontos ao conseguir uma queda da brasileira, que, no entanto, seguiu na frente do placar até quando faltavam 12 segundos para o fim.

Dudova conseguiu tirar Giullia Penalber do círculo de luta e virou o combate. A brasileira reclamou, pediu a revisão por vídeo, mas não conseguiu mudar o resultado de 6 a 4 para a búlgara.

Assim como aconteceu com Laís Nunes, Giullia Penalber não pôde disputar a repescagem porque Bilana Dudova foi eliminada na semifinal ao perder para Anastasia Nichita, da Moldávia.

Após a participação no Torneio Internacional da Ucrânia, a equipe brasileira segue para a Itália, onde vai disputar o Troféu Matteo Pellicone. Kamila Barbosa, Laís Nunes e Giullia Penalber terão a companhia na competição de Aline Silva, que foi preservada em Kiev.

Mais em Wrestling