Siga o OTD

Vôlei

De virada, Cruzeiro bate Taubaté e fecha 1º turno na liderança

Time mineiro tira a invencibilidade do Taubaté e ainda toma a ponta; sábado também teve vitórias de Blumenau e Guarulhos

Sada Cruzeiro vence o Taubaté por 3 a 1 e assume a ponta da Superliga (twitter Sada Cruzeiro)

De virada, Cruzeiro bate Taubaté e fecha 1º turno na liderança

Três jogos movimentaram a 11ª rodada da Superliga masculina de vôlei nesse sábado (19), com destaque para o grande confronto entre Sada Cruzeiro e EMS Taubaté Funvic, os dois melhores times do Brasil até aqui. De virada, a equipe mineira tirou a invencibilidade e a liderança do rival paulista na competição.

A 11ª rodada, iniciada na quinta-feira (17) com triunfo fácil do Vôlei Renata e seguida na sexta (18) com o Uberlândia tomando o quinto lugar, ainda teve vitórias da Apan Buumenau e do Guarulhos em um disputado clássico paulista.

Confira um resumo com o que de melhor ocorreu no dia.

O jogo mais esperado

No tão aguardado confronto entre os dois grandes favoritos ao título da Superliga masculina de 2020, melhor para o Sada Cruzeiro. Jogando no Ginásio Poliesportivo Do Riacho, em Contagem, Minas Gerais, os donos da casa colocaram fim a boa sequência de 10 vitórias consecutivas do EMS Taubaté Funvic ao vencer por 3 sets a 1 (22/25, 25/20, 28/26 e 25/22)

A partida teve grandes atuações de Maurício Borges e Felipe Roque pelo lado de Taubaté e de Isac, do cubano López e principalmente de Alan no lado cruzeirense.Com 19 pontos e participação fundamental no set decisivo, o oposto foi o destaque da partida e recebeu o troféu VivaVôlei.

“A gente teve muitos altos e baixos mas soubemos sair dos momentos difíceis. No primeiro set estávamos ganhando, mas deixamos eles virarem o placar. Nos outros sets, voltamos mais concentrados. O importante de hoje foi o coletivo,” avaliou Alan.

A vitória levou o time mineiro a 10 triunfos e um revés, totalizando 31 pontos, um a mais que o Taubaté, agora o novo vice-líder. De quebra, o Cruzeiro acabou com uma sequência de dois jogos seguidos perdendo para o agora ex-líder da Superliga.

+ Confira a tabela da competição

Ambas as equipes encerrarão suas atividades em 2020 pela Superliga na próxima terça-feira (22). O time do Vale do Paraíba abre a 12ª rodada recebendo o Uberlândia às 19h, enquanto que o Cruzeiro joga em casa contra o Vôlei Guarulhos às 20h. Você poderá seguir ambas as partidas no Olimpíada Todo Dia.

O Jogo

O Taubaté começou o jogo do mesmo modo que nas dez partidas anteriores e fechou o primeiro set em 25 a 22. Na segunda parcial, o bloqueio do Sada Cruzeiro apareceu, principalmente nas mãos do central Isaac.

O terceiro set foi o mais disputado de todos. Errando muito, o Taubaté viu o Cruzeiro abrir vantagem. Na metade final, entretanto, o time paulista melhorou no no saque e e empatou a partida. Os pontos finais foram muito disputados. O Cabuloso salvou quatro set points antes de fechar a parcial após dois bons saques de Conte.

O Sada Cruzeiro voltou melhor no início do quarto set e chegou a ter cinco de vantagem. Com bons saques de Maurício Borges, o Taubaté reagiu e empatou a parcial. Assim como no set anterior, a igualdade prevaleceu até a parte final. Graças a excelentes atuações de López e principalmente de Alan, o time mineiro conseguiu fechar o placar.


Blumenau sobe na tabela

Abrindo as atividades da 11ª rodada da Superliga, a Apan Blumenau foi até o ginásio Cava do Bosque, em Ribeirão Preto, para encarar o Vôlei Ribeirão, lanterna do torneio até aqui. Sem maiores dificuldades, os catarinenses venceram por 3 sets a 1 (25/18, 25/21, 22/25 e 25/16).

Com 17 pontos, Franco Paese, do Blumenau, foi o destaque da partida e recebeu o Troféu VivaVôlei.

“Nosso time sofreu um pouco com algumas lesões. Tivemos caoss de Covid, não podemos jogar no nosso ginásio. Estamos fazendo 90% dos nossos jogos fora. Hoje era um jogo essencial para dar uma confiança para nós na sequência do campeonato.”, comentou o jogador.

Vale lembrar que esse confronto deveria ter acontecido em Santa Catarina, mas por conta da pandemia do coronavírus e o fato da cidade de Blumenau estar classificada na fase vermelha pelo governo, ocorreu em Ribeirão Preto. Esse foi o oitavo jogo seguido de Blumenau fora de casa por conta do impedimento da cidade de receber eventos esportivos.

A vitória diante do lanterna fez a Apan Blumenau subir duas posições na tabela. A equipe foi a 10 pontos e pulou para o 7º lugar. Já o Vôlei Ribeirão é o lanterna da competição com apenas um ponto.

Ambas as equipes só voltarão a atuar pela Superliga em 2021. A Apan Blumenau encara o Vôlei UM Itapetininga no dia 20 de janeiro, enquanto que o Vôlei Ribeirão viaja até Belo Horizonte para encarar o Minas no dia 3 de março.

Clássico pegado

O segundo jogo do sábado da 11ª rodada da Superliga foi um clássico da Grande São Paul entre Sesi-SP e o Vôlei Guarulhos. Em um jogo muito equilibrado e decidido diferença de dois pontos nos quatro sets disputados, Guarulhos venceu por 3 a 1 (25/23, 23/25, 25/23 e 27/25).

Com 17 pontos, Telles, do Guarulhos, foi o maior pontuador da equipe na partida. Por várias defesas em horas cruciais, o líbero Alexandre foi eleito o melhor jogador da partida.

“”A gente fez um baita jogo, conseguiu aproveitar as principais oportunidades do jogo e saímos com a vitória Estamos em uma crescente evolução. Senti o joelho duas vezes e doeu muito. Queriam me tirar do jogo mas eu não deixei,”comentou o líbero após a vitória.”, comentou o jogador.

A vitória fez o Guarulhos chegar a 10 pontos e pular da 11ª para a 8ª colocação.Do outro lado, o Sesi troca de posições com o Guarulhos, indo para a penúltima colocação da Superliga.

Pela 11ª rodada da Superliga masculina, o líder Taubaté visitou o vice-líder Cruzeiro e levou a melhor; Apan Blumenau e Sesi também venceram nesse sábado
GUarulhos venceu o Sesi na 11ª rodada da Superliga (Facebook/voleigru)

O campeonato

A Superliga feminina teve início no dia 9 de novembro e conta com 12 equipes participantes. Vale lembrar que em ambos os naipes, neste ano, os duelos de quartas de final, semifinais e finais serão todos disputados em série de melhor de três jogos. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Entre as definições do protocolo de segurança, as equipes precisarão realizar testes de coronavírus a cada 15 dias durante a Superliga. Por fim, em caso de exames positivos, os atletas ficarão em quarentena por um período de 10 dias. Em caso de mais de quatro diagnósticos positivos, ou de duas levantadoras, o time poderá pedir então o adiamento dos jogos.

Use o cupom OTD10 para comprar o pay per view da Superliga com 10% de desconto. Clique aqui.

Mais em Vôlei