Siga o OTD

Vôlei

Taubaté anuncia mais dois nomes para a próxima temporada

Na contramão do mercado, equipe paulista do Vale do Paraíba fecha com Bruno Biella e Yudi e chega a seis atletas anunciados para a temporada 2020/2021

Taubaté fecha mais dois reforços
Central Biela é mais um jogador fechado com Taubaté para a temporada (Divulgação/Vôlei Ribeirão)

Fechado com mais dois! Na contramão do mercado, o EMS Taubaté Funvic anunciou mais dois reforços para a temporada 2020/2021. A reportagem do Olímpiada Todo Dia confirmou com o clube do Vale do Paraíba a chegada do central Bruno Biella e do ponteiro/líbero Yudi.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NOINSTAGRAM E NO FACEBOOK

Depois de confirmar a chegada de Bruninho, Mauricio Borges, Felipe Roque e João Rafael, o Taubaté chegou em seis reforços para a temporada e caminha para o fechamento do elenco.

Bruno Biella atuou na última temporada no Vôlei Ribeirão. Já Yudi esteve defendendo as cores do Uberlândia e ele pode chegar para suprir a saída de Renan que, depois de anunciado pelo Taubaté, foi para o Campinas.

“As expectativas são as melhores possíveis. Poder estar em uma grande equipe como o Taubaté me mostra que estou no caminho certo. Quero agarrar essa oportunidade com toda minha força. Vou aproveitar cada segundo para poder crescer ao lado de grandes jogadores. Será uma temporada diferente devido ao coronavírus, mas será de muito trabalho e conquistas. Estou bem ansioso para o início pois será uma grande temporada”, comentou Vitor Yudi.

+ Lana Conceição troca o Minas pela segunda divisão da Itália

O contrário do mercado

O mercado do vôlei da temporada 2020/2021 tem uma grande marca no Brasil. Diferente do que aconteceu em anos anteriores, na atual o êxodo de jogadores para o exterior é muito maior.

Além de algumas saídas para mercados fortes historicamente, como é o caso da ida de Lucarelli para a Itália, o país viu alguns atletas irem para outros mercados nem tão tradicionais. O campeão olímpico Eder vai jogar na Alemanha e o oposto Wallace atuará na Turquia. Além da dupla que conquistou o ouro em 2016, a França é mais um destino para os atletas, como é o caso de Luizinho, que jogará na capital francesa.

Mais em Vôlei

viagra