Siga o OTD

Vôlei

Sem público, Minas recebe Barueri neste domingo na Superliga

Abrindo as quartas da Superliga feminina, Minas e Barueri se enfrentam com as arquibancadas vazias.

Sem público, Minas recebe Barueri nas quartas da Superliga (Foto: Orlando Bento/MTC)

Sem público, Minas recebe Barueri neste domingo na Superliga

Acompanhe ao vivo: Itambé/Minas x São Paulo/Barueri – Superliga feminina

A fase quartas de final da Superliga feminina 2019/20 vai começar. E as atuais campeãs nacionais voltam à quadra em busca do bicampeonato seguido e do terceiro título da competição. Neste domingo (15), o Itambé/Minas vai receber, às 20h (horário de Brasília), o São Paulo/Barueri, na Arena Minas Tênis Clube.

E, tendo em vista os recentes desdobramentos da pandemia de Covid-19, o coronavírus, no Brasil e no mundo, o Minas Tênis Clube informa que, por medida de segurança e prevenção, o jogo será realizado com portões fechados. Quem adquiriu ingressos para o jogo terá o valor estornado.

+ CONFIRA A TABELA DA COMPETIÇÃO

A partida abre a série melhor de três da fase quartas de final da Superliga feminina. O segundo duelo entre mineiras e paulistas será na próxima quinta-feira (19), em Barueri (SP). A equipe minastenista terminou a primeira fase da competição na terceira posição e, por isso, tem o direito de disputar o jogo de desempate, se necessário, na Arena MTC, previsto para o dia 23.

Na fase classificatória, o time minastenista venceu o São Paulo/Barueri em Belo Horizonte e em São Paulo, ambos por 3 a 0. Para o técnico Nicola Negro, o momento é outro e é preciso muito cuidado. “Agora, é outro campeonato. Não se pode cometer erros, principalmente, contra um time que tem um ataque forte, como o Barueri. Estamos preparados para o duelo, mas precisamos entrar em quadra com cuidado e atenção. Vamos em busca da vitória”, destacou o treinador do Itambé/Minas.

Embalado pelas quatro vitórias na reta final da fase de classificação da Superliga feminina de vôlei, o São Paulo F.C./Barueri afia as garras na tentativa de alcançar seu melhor nível de performance na temporada.

O treinador do Tricolor, José Roberto Guimarães, acredita que apenas desta maneira sua equipe poderá opor forte resistência ao poderio do Itambé Minas neste domingo, na abertura do confronto válido pelas quartas de final, em Belo Horizonte.

A partida, assim como todas as demais da Superliga e Superliga B, serão realizadas sem público, com portões fechados, como parte do esforço de contenção da disseminação do vírus covid-19.

“O Minas é um ótimo time. Trata-se do atual campeão e está credenciado ao bicampeonato da Superliga. Teremos que fazer nossa melhor partida na temporada e ir bem em todos os fundamentos. Precisamos também de um volume de jogo muito grande para equiparar as ações e conseguir algum resultado”.

Constituído por jovens jogadoras, muitas delas frutos do competente trabalho de formação executado em Barueri, o Tricolor atuou como franco atirador no Campeonato Paulista – e acabou acertando na mosca. Primeiro, derrotou na semifinal o Sesi/Bauru, que goza de um orçamento bem superior. Em seguida, derrubou outro favorito, o também economicamente poderoso Osasco/Audax, e ergueu a taça.

+ INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE

No grande desafio seguinte, a Superliga, Barueri aparentemente tornou-se vítima de seu inesperado sucesso. As expectativas sobre a performance da equipe na competição se multiplicaram, transformando-se num peso. Não à toa, uma das líderes do time, a ponteira Maira, declarou recentemente que desejava ver o São Paulo mostrando novamente alegria na quadra.

Zé Roberto declarou que já calculava que, ao longo da Superliga, suas comandadas não reeditassem o excepcional nível de performance que as consagrara no Paulista.

São Paulo F.C./Barueri
(Divulgação)
São Paulo F.C./Barueri
(Divulgação)

“Eu esperava que uma queda ocorresse. Mas vejo uma retomada nas últimas rodadas da fase de classificação. Sabemos que o Minas é um time melhor do que o nosso, e não há como comparar a experiência de suas jogadoras com a nossa. Nós nos propomos, nesta fase, a fazer bons jogos. Temos um time jovem, em evolução, e que faz coisas legais na quadra”, sintetiza o treinador, que cobra mais concentração. “Precisamos diminuir o número de erros em todos os fundamentos. E somos obrigados a melhorar o sistema defensivo, que é fundamental quando se enfrenta um adversário que joga na velocidade que o Minas apresenta”, acrescenta.

Os demais confrontos das quartas de final serão entre Dentil/Praia Clube e Curitiba Vôlei; Sesc-RJ x Fluminense; e Sesi Vôlei Bauru e Osasco/Audax. Quem vencer vai à próxima fase. Em caso de classificação, o Itambé/Minas vai enfrentar, na semifinal, o vencedor do confronto entre Sesc-RJ e Fluminense.

Superliga – quartas de final
Primeira rodada
15/3 – 20h – Itambé/Minas (MG) x São Paulo/Barueri (SP) – Arena MTC
19/3 – 21h30 – São Paulo/Barueri (SP) x Itambé/Minas (MG) – Barueri (SP
23/3 – 21h30 – Itambé/Minas (MG) x São Paulo/Barueri (SP) – Arena MTC

Mais em Vôlei