Siga o OTD

Vôlei

Natalia aparece bem em vitória fácil de seu time na Champions

Brasileira faz 14 pontos e é grande destaque do jogo ao lado da sérvia Tijana Boskovic. Eczacibasi segue líder do grupo

Natalia aparece bem em vitória fácil de seu time na Champions

O Eczacibasi, VItra Instambul, time de vôlei turco onde joga a ponteira Natalia, segue invicto e líder de seu grupo na Champions League de vôlei. Em partida realizada em Istambul, Turquia, nesta quarta-feira (22), venceu fácil o LP Salo, da Finlândia, por 3 sets a 0 (parciais de 25/16, 25/13 e 25/13), em apenas uma hora e um minuto de partida.

Natalia, que não havia atuado no final de semana pelo campeonato turco, anotou 14 pontos na partida, sendo 10 deles através de ataques, 2 de bloqueio e 2 de saque. Ela foi a maior pontuadora da partida ao lado da sérvia Tijana Boskovic. Natalia e Tijana, por sinal tiveram números bastante similares: 14 pontos, 2 aces e 2 bloqueios. A sérvia acabou sendo eleita a melhor jogadora da partida, entretanto.

Tijana Boskovic foi eleita MVP da Partida. Crédito: divulgação CEV

As duas são o grande destaque do Eczacibasi até aqui. Natalia é a 14ª maior pontuadora da Champions com 71 pontos em quatro partidas. Boskovic tem 78 e ocupa a 9ª posição. Vale lembrar que as duas disputaram menos pontos que as demais devido a dominância da equipe na Champions. Se formos considerar apenas jogadoras com 14 sets disputados ou menos, Natalia seria a quinta melhor pontuadora e Tijana a terceira.

Foi a quarta vitória do Eczacibasi na Champions League. O time lidera com folga o grupo A com 11 pontos e apenas 2 sets perdidos. O Fenerbahce, rival turco do grupo e único que conseguiu vencer uma parcial do Eczacibasi, segue na vice-liderança, com 7 pontos. O LP Salo segue na lanterna, com 4 derrotas em 4 partidas disputadas.

+ INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

A próxima rodada da Champions, que ocorrerá entre os dias 4 e 6 de fevereiro, será decisiva para o Eczacibasi. Isso porque a equipe faz o clássico turco contra o Fenerbahce, no ginásio do adversário. Se vencer o duelo, só uma grande catástrofe tiraria o primeiro lugar no grupo A.

Mais em Vôlei