Siga o OTD

pentatleta Maria Eduarda Costa

Tiro Esportivo

Pentatleta conquista vaga dos Jogos Pan-Americanos Júnior no tiro esportivo

Maria Eduarda Costa será uma das duas representantes do país no tiro esportivo no torneio que acontece em setembro, em Cali, na Colômbia

Pentatleta conquista vaga dos Jogos Pan-Americanos Júnior no tiro esportivo

A pentatleta Maria Eduarda Costa, de 14 anos, conquistou vaga pelo tiro esportivo na primeira edição dos Jogos Pan-Americanos Júnior, que vão acontecer em setembro em Cali, na Colômbia. Duda, como é conhecida pelos colegas de Pentatlo Moderno, participou da qualificação que foi realizada nesta quinta-feira, 11, em São Salvador, capital de El Salvador. Ela foi a décima colocada, depois de somar 531 pontos na categoria pistola de ar de 10 metros.

+Pandemia muda final da Copa do Mundo da Coreia do Sul para Hungria

Para se classificar para Cali 2021, Duda precisaria ficar entre as 15 primeiras colocadas dentre todas as atiradoras. Cada país só podia classificar duas atletas. Além dela, Sara Classer, que ficou em oitavo, com 541 pontos, também garantiu vaga para o torneio da Colômbia.

“Foi a prova mais difícil que já fiz, pois foi a primeira vez que viajei internacionalmente com a equipe do tiro esportivo. Pude ver atletas mais velhos e mais experientes, o que me deixou um pouco nervosa, principalmente porque sou nova na modalidade. Mas graças a Deus consegui conquistar essa vaga para o Brasil”, comemora ela, que participa de competições pelo tiro esportivo há dois anos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

A pentatleta foi escolhida para viajar à seletiva depois que esteve em um treinamento específico da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE) no início do mês, no Rio. No último Brasileiro da modalidade, em dezembro, Duda foi a campeã Júnior.

“A seletiva me mostrou o quanto é importante os treinos e a disciplina que cada atleta tem que ter, porque cada tiro ruim muda seu resultado. Espero continuar treinando e melhorando meus resultados para quem sabe das próximas vezes conseguir não só a vaga, mas também uma medalha para o Brasil. Isso seria realmente um máximo”, projeta.

Além do Brasil, o México, os Estados Unidos, a Guatemala e El Salvador conseguiram classificar duas atiradoras para Cali 2021. Colômbia, Chile, Argentina, Venezuela e Panamá garantiram um nome na disputa. O país-sede do torneio terá uma segunda vaga por realizar a competição, totalizando 16 atletas no evento.

DE SAMPA PARA O RIO

Paulistana, Maria Eduarda treina desde o início do ano no PentaJovem-Rio, projeto que a Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) mantém para descobrir e formar novos nomes no esporte. Ela começou a fazer parte da modalidade há cinco anos, no PentaJovem-Santos.

No Pentatlo Moderno, Duda compete no tiro com pistola a laser, que faz parte da prova chamada laser-run (tiro e corrida). Além desses dois esportes, ela ainda encara a natação, a esgrima e o hipismo. A modalidade chegou a usar pistola de ar comprimido até 2010, quando a substituiu pelo laser.

O Pentatlo Moderno também estará presente em Cali 2021. Os 24 pentatletas que vão participar do torneio serão definidos em seletiva que irá acontecer em junho, no México.

Na Colômbia, as provas do Pentatlo Moderno vão acontecer no Clube Campestre de Cali, enquanto as de tiro serão realizadas no Clube da CVC Bernardo Tobar. As disputas da primeira modalidade vão ocorrer nos dias 9, 10, 11 e 13 de setembro, enquanto da segunda de 10 a 12 do mesmo mês.

Mais em Tiro Esportivo