Siga o OTD

Taekwondo

Brasil conquista uma prata e dois bronzes na Bósnia e Herzegovina

Sandy Macedo chegou na final e vencia até cerca de 30 segundos do fim, enquanto Milena Titoneli e Paulo Ricardo Melo alcançaram as semis. As duas vão ao pódio pela segunda vez em poucas semanas na Europa

Sandy Macedo Taekwondo Bósnia pódio Milena Titoneli Paulo Ricardo Melo
Sandy Macedo já havia sido ouro na Holanda (facebook/sandymacedotkd/arquivo)

O Brasil foi três vezes ao pódio do Aberto da Bósnia e Herzegovina de taekwondo nesta quarta-feira (17). Sandy Macedo, ouro na Holanda no final de outubro, voltou a uma final e desta vez saiu com a medalha prata na categoria até 57 quilos. Milena Titoneli, campeã da França poucos dias antes, conquistou um bronze na até 67 quilos. No masculino, Paulo Ricardo Melo também foi bronze, na até 54 quilos. Outros quatro brasileiros estiveram na competição.

A prata de Sandy Macedo era ouro até exatos 33 segundos do fim. A brasileira vencia a final contra Patrycja Adamkiewicz por 3 a 0, mas a polonesa primeiro descontou um ponto, depois empatou quando faltavam 28 segundos e conseguiu a virada já dentro dos dez segundos finais. Apesar da frustração, Sandy Macedo sai com três vitórias convincentes da Bósnia e Herzegovina. Ela começou pela segunda rodada e fez 20 a 7 na sérvia Teodora Stamenkovic, depois marcou 18 a 4 em outra sérvia, Aleksandra Radmilovic, e na semifinal derrotou a croata Helena Kicema por 13 a 3.

Milena Titoneli e Paulo Ricardo Melo fizeram duas lutas cada, já que entraram no Aberto da Bósnia e Herzegovina direto pelas respectivas quartas de final. Titoneli derrotou Anamarija Georgievska, da Macedônia, por 20 a 6 e a seguir caiu na semifinal por 8 a 5 em uma disputa equilibrada contra a espanhola Cecilia Castro Burgos. Já Melo começou batendo o turco Server Balaban por 2 a 0 no golden point após empate por 20 a 20 nos três rounds. Na disputa por uma vaga na final, perdeu para Omar Salim por 32 a 14. O húngaro viria a ser o grande campeão do torneio.

Perto do pódio

Como o Aberto da Bósnia e Herzegovina de taekwondo não teve lutas pelo bronze, os semifinalistas já garantiam pelo menos um lugar no pódio. Desta forma, Camila Bezerra (49kg) e Ícaro Miguel (87kg) ficaram a uma vitória da medalha. Camila venceu a compatriota Nivea Barros por 3 a 0 no golden point após empate por 12 a 12 na primeira luta. A seguir, nas quartas de final, perdeu por 7 a 2 para a turca Elif Oztabak, que mais tarde sagraria-se campeã. Já Ícaro Miguel foi derrotado na única luta que fez, já pelas quartas, para o croata Josip Pavlinov por apertados 16 a 14.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Nickollas Ribeiro (74kg) e Fillipe Rabello (63kg) foram mais dois brasileiros a competir, sem avanços. Nickollas perdeu por 25 a 5 para o sérvio Stefan Takov, configurando derrota por diferença de pontos faltando 1min21 para o término do terceiro round da luta, válida pela segunda rodada. Fillipe Rabello perdeu por 13 a 9 para o israelense Egor Rogozhine na primeira rodada.

Mais em Taekwondo

viagra