Siga o OTD

Surfe

Filipinho dá show, vence em Saquarema e dispara no Mundial

Em Saquarema, Filipe toledo chegou à sua quinta final do ano em oito etapas disputadas e conquistou o segundo título, disparando na liderança do ranking

Filipe Toledo campeão etapa de Saquarema do Mundial de surfe
Thiago Diz/World Surf League

Filipe Toledo mostrou porque está se tranformando no grande favorito ao título da temporada 2022 do Mundial de surfe. O brasileiro chegou à sua quinta final do ano em oito etapas disputadas e ao segundo título ao ser campeão em Saquarema, dando um verdadeiro show e disparou na liderança do ranking da WSL. No último dia de competições, ele derrotou Yago Dora na semifinal e na decisão, com direito a nota dez depois de um lindo aéreo, bateu Samuel Pupo, que chegou pela primeira vez na história a um final do CT.

Na classificação do Mundial de surfe, Filipe Toledo chegou a 50.040 pontos, quase 10 mil a frente do australiano Jack Robinson, que é o segundo com 40.225. Ítalo Ferreira subiu de quarto para terceiro com a semifinal em Saquarema e soma agora 34.385 pontos. Griffin Colapinto é o quarto com 33.480 e Ethan Ewing fecha o G-5 com 30.970.

O show na final

Com poucos minutos de bateria, os dois finalistas pegaram a mesma onda. Enquanto, Samuel Pupo foi para a direita e acabou não conseguindo completar a manobra, Filipinho foi para a esquerda, decolou e completou um aéreo espetacular, que lhe rendeu a nota dez.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

O líder do Mundial estava com tudo. Pouco depois da nota dez, ele pegou outra onda para a esquerda, deu um série de manobras com muita velocidade e força e tirou 8,67. Com isso, Filipe Toledo chegou a somatória de 18,67, deixando Samuel Pupo numa situação muito difícil, já que tinha apenas 2,96 na soma de suas duas melhores ondas até o momento.

Filipe Toledo Etapa de Saquarema do Mundial de surfe
Daniel Smorigo/World Surf League

Com uma grande vantagem e o título praticamente garantido, Filipe Toledo ainda conseguiu pegar um tubo e somou a que era, até então, a terceira melhor nota da bateria ao tirar 7,33. Foi só nos dois minutos finais que Samuel Pupo conseguiu pegar suas duas melhores ondas, uma delas com nota 8.0, mas era tarde demais. A vitória de Filipinho estava mais do que garantida por 18.67 (10 + 8.67) a 10.73 (8.00 + 2.73).

A competição de Saquarema em 2022 entra para a história como a de maior domínio brasileiro de todos os tempos. Pela primeira vez, o país teve seis surfistas entre os oito classificados para as quartas de final e todos os semifinalistas. Filipe Toledo foi o campeão e Samuel Pupo o vice, enquanto Ítalo Ferreira e Yago Dora dividiram o terceiro lugar.

Como foram as semifinais

Na primeira semifinal da Brazilian Storm, Samuel Pupo venceu o campeão olímpico Ítalo Ferreira por 11.44 (6.17 + 5.23) a 10.83 (5.73 + 5.10), num duelo com emoção até o fim. Ítalo pegou duas ondas logo no início e depois demorou a encaixar uma nova série. No meio tempo, Pupo conseguiu a virada. Na reta final, o potiguar precisava de um 6.34 para voltar a frente. Ele conseguiu uma onda no estouro do cronômetro, emplacou um aéreo, mas recebeu 5.73, insuficiente para passar o compatriota.

Já a bateria entre Yago Dora e Filipe Toledo foi eletrizante. No fim, quem levou a melhor foi Filipinho, vencendo por 17.36 (8.93 + 8.43) a 15.34 (8.67 + 8.70). Yago passou a frente e deixou Filipe precisando da combinação. Aos poucos, o número 1 do mundo foi cortando a diferença e chegou à vitória com duas ondas com notas acima de 8.

Por ter chegado na semifinal, Filipe Toledo já havia garantido classificação para o WSL Finals, etapa final do circuito, que acontecerá em Trestles, nos Estados Unidos, no final do ano. Ele é o líder do ranking mundial e conseguiu avançar à decisão com duas etapas de antecedência. Cinco atletas de cada naipe vão disputar esta etapa final, que coroará o campeão mundial de surfe de 2022.

Tati fica em 3º

Tatiana Weston-Webb Etapa de Saquarema do Mundial de surfe
Daniel Smorigo/World Surf League

Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb foi eliminada pela havaiana Carissa Moore, líder do ranking e pentacampeã mundial, na semifinal. Carissa saltou a frente com um 7.00 logo no início e assim permaneceu até o fim da bateria. Tati passou os dez primeiros minutos zerada, o que a complicou. No fim, o placar foi de 14.60 (7.60 e 7.00) a 11.67 (6.00 + 5.67).

Com a terceira colocação em Saquarema, Tati ganhou três posições e subiu para a sexta colocação do ranking mundial. A brasileira segue na briga por um lugar no WSL Finals, restando duas etapas para a disputa decisiva.

Carissa Moore campeã da etapa de Saquarema do Mundial de surfe
(Thiago Diz/World Surf League)

Com a vaga à final, Carissa se garantiu no WSL Finals e esteve muito perto de ser derrota na decisão de Saquarema. A francesa Johanne Defay liderou a maior parte da bateria e chegou aos últimos minutos vencendo por 12.33 a 11.43.

Na última onda, no entanto, Carissa Moore conseguiu um espetacular 9.50, que a fez ultrapassar a rival e conquistar o título da etapa de Saquarema por 15.43 a 13.88.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Surfe