Siga o OTD

Rugby

Irmãos franceses do rugby sonham com Copa do Mundo

Filhos de pai francês e mãe brasileira, gêmeos Sancery comemoram evolução do rugby brasileiro e esperam chance de participar do Mundial no país natal

Irmãos Sancery - Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Felipe e Daniel Sancery são inseparáveis. Na vida e no esporte. Os irmãos gêmeos jogavam no mesmo time da segunda divisão francesa até virem para o Brasil há 4 anos. Aqui, ambos jogam no São José Rugby e nas seleções brasileiras – tanto de rugby XV, quanto na de rugby seven.

 “É incrível, desde criança jogando junto, evoluindo juntos, se apoiando quando está muito difícil. A gente tenta se manter sempre positivos. Jogar com o irmão é privilégio para poucos”, comemora Daniel.

+SIGA-NOS EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Filhos de mãe brasileira, os irmãos de 25 anos nasceram em Campinas, mas foram viver na França com apenas 4 anos de idade. O esporte foi decisivo para trazê-los de volta. Ao invés de permanecerem na França – onde a prática do rugby é maior – eles preferiram a chance de disputar os Jogos Olímpicos de 2016 pelo Brasil.

“Nós jogávamos na segunda divisão da França e vimos que o Brasil ia participar das Olimpíadas. A gente pensou que podia ser uma grande chance. Entramos de acordo, trocamos ideia com o pessoal aqui do Brasil, encaixamos o time e participamos das Olimpíadas. E deu vontade de ficar. A gente ia ficar só um ano e agora faz 4 que estamos aqui.” explica Felipe. “Eu acho que foi a melhor decisão. Uma boa oportunidade para a gente, jogar Jogos Olímpicos, viajar, voltar para o Brasil, ver nossa família de novo, acho que foi muito bom.”, completa Daniel.

Rapidamente, os irmãos franceses tornaram-se referência nos Tupis e hoje colaboram com a evolução cada vez maior do esporte no país.

 “Nós estamos crescendo, com uma dinâmica muito boa. Eu estou no sistema já faz 4 anos e vemos que a cada ano estamos crescendo. Fazemos as contas no final do ano e vemos que estamos indo bem, só que temos que dar um passo a mais e continuar trabalhando muito.”, explica Felipe, atual capitão da seleção.

Irmãos Sancery conquistaram o Sul-Americano de rugby de 2018. (Foto:Reprodução/Instagram)

Além de participarem dos Jogos Olímpicos do Rio, os irmãos Sancery também foram importantes na conquista do Sul-Americano de rugby em 2018 e na campanha da seleção nos Jogos Pan-Americanos de Lima deste ano. Mas um campeonato ainda está na lista dos sonhos: a Copa do Mundo. A competição de 2023 será realizada na França. Mais um motivo especial para os irmãos franceses desejarem a classificação brasileira.

“Vamos ter que trabalhar muito. Ainda vão ter as qualificatórias em 2021 e 2022, vai ser bem difícil. Nós vemos que o Uruguai está evoluindo muito bem, e a gente está correndo atrás deles. Mas sempre com positividade, vamos em frente.”, projeta Daniel Sancery.

 “Eu vejo que a gente tem um potencial grande aqui no Brasil. Nós temos que trabalhar duro para isso. Mas todo mundo aqui está no mesmo barco, remando no mesmo sentido para chegar na Copa do Mundo, e isso que importa: todo mundo estar conectado e com essa vontade de chegar lá.”, completa o capitão Felipe.

Mais em Rugby