Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Fã de temakis, Beth Gomes está ansiosa para conhecer o Japão

Beth Gomes, recordista mundial do lançamento de disco, revelou apreço pela culinária japonesa e se mostrou ansiosa para ir a Tóquio

Elisabeth Gomes está ansiosa para conhecer o Japão (Daniel ZappeEXEMPLUSCPB)

Classificada para os Jogos Paralímpicos de Tóquio em 2020, a recordista mundial no lançamento de disco, Beth Gomes, foi uma das que mais sentiu o adiamento da Paralimpíada do Japão para o ano que vem por conta da pandemia do coronavírus. Não pela preparação, que segue em ritmo normal, mas porque a paratleta não teve a chance de conhecer um dos países que mais gosta no mundo.

+ Beth Gomes ressalta importância do combate a Esclerose Múltipla

“Se Deus quiser, e ele há de querer, vai ser a primeira vez que eu visitarei o Japão. Acho que vou encontrar (em Tóquio) uma das cidades olímpicas e paralímpicas mais belas de todas. Eu já convivi com muitas pessoas do Japão, é um povo maravilhoso,” contou Beth Gomes em live com o Olimpíada Todo Dia realizada no domingo (9).

O objetivo principal, como não poderia deixar de ser, é a conquista da tão sonhada medalha paralímpica. E Beth Gomes chegará ao Japão com grandes chances de realizar seu sonho.

Uma prova disso é o grande ano vivido em 2019. A moradora da cidade de Santos conquistou ouro no lançamento de disco nos Jogos Parapan-Americanos de Lima e no Mundial de Atletismo em Dubai, onde bateu o recorde mundial da prova. De quebra, foi eleita a melhor atleta paralímpica brasileira no ano passado.

Fã de temakis, a recordista mundial do lançamento de disco Beth Gomes está ansiosa para conhecer o Japão nos Jogos Paralímpicos em 2021
Beth Gomes foi eleita a melhor atleta paralímpica em 2019 (Breno Barrros/Rede do Esporte)

Sushi, sashimi e temaki

Beth Gomes já sabe a melhor maneira de comemorar a medalha em caso ela venha nos Jogos Paralímpicos de Tóquio: comendo um belo prato de sushi e sashimi.

“Eu sou apaixonada comida japonesa. Ir num restaurantezinho [risos]. Inclusive, sou apoiada por uma Temakeria aqui de Santos, ‘O Temakinho’. É tudo de bom”, contou Elisabeth Gomes.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Mesmo chateada por não ter a chance de saborear um sushi e um sashimi ainda nesse ano, Beth Gomes concordou que o adiamento dos Jogos para o ano que vem foi uma decisão acertada. A paratleta, inclusive, está confiante que a Paralimpíada acontecerá no ano que vem.

“Eu já estava sonhando, me imaginando competindo no Japão. Mas tudo tem um porquê. A gente tem que aceitar e esperar o melhor. Com muita resiliência e empatia, vai ser uma nova era. A vacina vai sair e todo mundo vai estar imunizado,” finalizou Elisabeth Gomes.

Confira a live com Elisabeth Gomes completa abaixo

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia