Siga o OTD

Inter - Copinha

Olimpíada

Títulos, medalhas e tragédia: o resumo do fim de semana

O final de semana foi movimentado no esporte olímpico e o Olimpíada Todo Dia fez um resumo com os destaques mais importantes. Confira!

(Foto: Ricardo Duarte)

Títulos, medalhas e tragédia: o resumo do fim de semana

O último fim de semana foi bastante agitado no mundo dos esportes olímpicos. Teve títulos, teve medalhas e teve também uma tragédia imensurável. E o Olimpíada Todo Dia preparou um resumo com tudo o que aconteceu de importante para você não perder nada. Confira abaixo!

Cruzeiro pentacampeão

Cruzeiro x Sesi - Copa Brasil de vôlei
(Foto: Divulgação/Cruzeiro)

Quem para o Cruzeiro? Na grande final da Copa Brasil de vôlei, a equipe mineira bateu o Sesi com um terceiro set impecável e faturou o pentacampeonato da competição (2014, 2016, 2018, 2019 e 2020). Foi a quinta final que o time disputou e o quinto título conquistado, se isolando ainda mais como o maior campeão da Copa Brasil.

Inter campeão da Copinha

Foto: Ricardo Duarte

Dia 25 de janeiro, grande final da copinha no aniversário da cidade que dá nome à competição. Pacaembu lotado para prestigiar um Gre-Nal. E a festa foi colorada. Depois de empatar em 1 a 1 no tempo regulamentar, a partida foi decidida nas penalidades máximas e quem levou a melhor foi o Internacional sobre o Grêmio, conquistando o pentacampeonato do torneio. 

Etapa de João Pessoa do Circuito Brasil de Vôlei de praia

George e Andre Stein
(Foto: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Na etapa de João Pessoa do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia, Ana Patrícia/Rebecca e André/George foram os grandes campeões. A dupla feminina, já garantida em Tóquio 2020, bateu na final da recém formada parceria entre Talita/Carol Solberg. Já a dupla masculina superou Adrielson/Arthur para garantir o título.

Título, eliminações e punição no tênis

Laura Pigossi
(Foto: Reprodução)

O fim de semana foi de sensações mistas para o tênis brasileiro. Por um lado, Laura Pigossi representou as cores verde e amarela e foi campeã da chave de duplas do ITF de Petit-Bourg.

Por outro lado, no Aberto da Austrália, o Brasil ficou sem representantes no primeiro Grand Slam no ano. Bruno Soares foi derrotado na chave masculina e nas duplas mistas, Luisa Stefani foi superada na chave de duplas feminina e Marcelo Melo e Marcelo Demoliner acabaram derrotados nas mistas.

E por último, fim amargo para João ‘Feijão’ Souza no tênis profissional. Por manipulação de resultados, o tenista brasileiro foi banido para sempre das competições.

Cinco medalhas em Israel

(Foto: Sabau Gabriela/IJF.org)

No Grand Prix de Tel Aviv, em Israel, a seleção brasileira de judô voltou para casa com cinco medalhas conquistadas: uma de prata, de Leonardo Gonçalves, e quatro bronzes, de Daniel CargninEduardo Yudy Rafael Buzacarin e Rafael Macedo. Nenhuma medalha foi conquistada pelas mulheres em Tel Aviv.

Segundo lugar no Sul-Centro Americano

(Foto: Cesar Fajardo / Lima 2019)

Pela última rodada do Sul e Centro Americano de handebol masculino de 2020, disputado em Maringá, a Argentina venceu o Brasil por um gol e conquistou o título, deixando os brasileiros na segunda colocação. A boa notícia é que ambas as seleções garantiram vaga no Mundial de 2021 da modalidade.

Luto

kobe-bryant
(Foto: Reprodução/Twitter)

Por fim, mas não menos importante, o mundo do esporte ficou de luto após a triste notícia da morte da lenda do basquete Kobe Bryant, sua filha Gianna e outras sete pessoas em um acidente de helicóptero na Califórnia. Vários atletas brasileiros, alguns que chegaram a jogar com ou contra Kobe, lamentaram a tragédia.

Mais em Olimpíada