Siga o OTD

Mundial de Esportes Aquáticos

Brasileiros batem três recordes sul-americanos no Mundial

Revezamento 4x100m livre misto, Jhennifer Conceição e Guilherme Costa batem recordes sul-americanos no Mundial

Stephanie Balduccini Mundial de Esportes Aquáticos revezamento recordes sul-americanos
Stephanie Balduccini integrou o revezamento 4x100m livre misto (Foto: Divulgação/CBDA)

O Brasil bateu três recordes sul-americanos nesta sexta-feira (24), no penúltimo dia de disputas da natação no Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, na Hungria. O revezamento 4x100m livre misto, com Gabriel Santos, Vinicius Assunção, Giovanna Diamante e Stephanie Balduccini, ficou em sexto lugar com 03:24.78. Já Guilherme Costa, o Cachorrão, e Jhennifer Conceição se classificaram para a final dos 1.500m livre e dos 50m peito, com 14:53.03 e 30.28, respectivamente.

+ Marcus Vinicius D’Almeida vai à semifinal na Copa do Mundo de tiro com arco

A equipe brasileira fez uma ótima final do revezamento 4x100m livre misto, terminando em sexto lugar. Todos os quatro integrantes fizeram boas parciais para que o recorde fosse batido. Gabriel abriu com 48.73 e Vinicius marcou 48.03. Giovanna Diamante nadou para 53.98, enquanto Stephanie Balduccini fechou com 54.04. A marca de 03:24.78 é quase um segundo melhor que o antigo recorde, que estava de pé desde 2015.

Em Budapeste, a disputa pelas medalhas foi emocionante até o fim. A Austrália quebrou a hegemonia dos Estados Unidos e levou o ouro, batendo o recorde mundial com 03:19.38. O Canadá faturou a medalha de prata, com 03:20.61, enquanto os EUA tiveram que se contentar com um bronze, marcando 03:21.09. Os ianques jamais haviam perdido a prova, que integra o programa da competição desde 2015.

Recordes individuais

Já nas disputas individuais, Guilherme Costa, o Cachorrão, medalhista de bronze nos 400m livre, voltou a ter um desempenho destacável neste Mundial. Na parte da manhã desta sexta-feira, ele bateu o recorde sul-americano dos 1.500m livre nas eliminatórias, com 14:53.03, e ainda se classificou para a final da prova com o quarto melhor tempo. A decisão será disputada no sábado (25), às 13h17.

Guilherme Costa Mundial de Esportes Aquáticos
Guilherme Costa, o Cachorrão (Foto: CBDA)

Jhennifer Conceição, por sua vez, bateu o recorde sul-americano dos 50m peito na semifinal da prova. Ela havia anotado 30.53 nas eliminatórias e marcou 30.28 na semifinal, abaixando 0,12s do que ela mesma havia estabelecido há um ano e meio. De quebra, a brasileira ainda se classificou para a final da disputa com o sexto melhor tempo. A decisão também acontecerá neste sábado, último dia de provas da natação em Budapeste.

Vivi não consegue recorde

Quem também almejava um recorde mas não conseguiu foi Viviane Jungblut. Ela disputou sua segunda final neste Mundial, nos 800m livre. Depois de ser a sétima colocada nos 1.500m livre, ela ficou em oitavo lugar nos 800m livre nesta sexta-feira, marcando 08:37.04. Ela ficou mais de sete segundos acima do recorde brasileiro, que é dela mesma, de 2019 (08:29.30). O ouro ficou com a norte-americana Katie Ledecky, com 08:08.04, que sagrou-se pentacampeã mundial nesta prova. A australiana Kiah Melverton foi prata (08:18.77), enquanto a italiana Simona Quadarella foi bronze (08:19.00).

+SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Além dos recordes

Lorrane Ferreira e Guilherme Basseto chegaram a passar pelas eliminatórias de suas respectivas provas, mas não avançaram às finais. Lorrane anotou 25.24 nos 50m livre, sendo a 15ª colocada na semifinal. A última classificada para a final foi a dinamarquesa Julie Kepp Jensen, com 24.86. Já Basseto marcou 24.85 na semifinal, ficando com o décimo melhor tempo, a 0,24s do último classificado à final, o alemão Ole Braunschweig. O melhor tempo da semi foi do norte-americano Justin Ress, com 24.14.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Mundial de Esportes Aquáticos