Siga o OTD

Salah Liverpool

Laguna Olímpico

Egito confirma Salah e futebol em Tóquio-2020 tem sua primeira estrela

Atacante do Liverpool deve ser chamado para jogar a Olimpíada e traz um ganho de qualidade ao desprezado futebol olímpico

Mohamed Salah será chamado para defender o Egito no torneio olímpico em Tóquio (Divulgação/Liverpool FC)

Egito confirma Salah e futebol em Tóquio-2020 tem sua primeira estrela

O torneio olímpico de futebol em Tóquio-2020 já tem sua primeira estrela confirmada. A menos que ocorra algum problema de liberação com seu clube, o Liverpool, o atacante Mohamed Salah será chamado para defender o Egito nos Jogos. O técnico egípcio Shawky Gharib confirmou a intenção de chamar Salah como um dos três atletas acima do limite de idade, segundo noticiou o jornal espanhol “As”.

A convocação de Salah para Tóquio já assegura um ganho de qualidade indiscutível ao torneio olímpico de futebol masculino. Aliás, por incrível que pareça, esta é uma verdadeira pedra no sapato da modalidade.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Siga

Se a Olimpíada é o ponto alto para todos os esportes, o mesmo não acontece no futebol. Isso por causa da grandeza que a Copa do Mundo adquiriu na história. Irônico que antes da criação da competição pelo francês Jules Rimet em 1930, era o torneio olímpico de futebol que servia para definir qual era a principal força futebolística no mundo.

No Uruguai, por exemplo, dá-se ao bicampeonato olímpico (Paris-1924 e Amsterdã-1928) o mesmo status de grandeza das duas Copas conquistadas (1930 e 1950).

Até por questões comerciais sobre seu principal torneio, a Fifa nunca fez nenhuma força para tratar a questão do futebol masculino na Olimpíada  com a devida atenção. Vários foram os regulamentos ao longo da história dos Jogos, que nos últimos anos tornou-se na verdade em um torneio-sub 23, com as equipes podendo enxertar três jogadores acima deste limite. É uma situação diferente do futebol feminino, onde a Olimpíada tem as principais jogadoras do mundo em ação.

Com este quase desprezo oficial da Fifa, os clubes torcem o nariz para o futebol olímpico. Por isso, é preciso ver qual será a posição do Liverpool sobre a liberação de Salah. Afinal, se jogar em Tóquio-2020, perderá o início do badalado Campeonato Inglês.

Se o craque egípcio tiver sinal verde, é possível que encontrará no Japão o brasileiro Neymar. O astro do Paris Saint-Germain já disse ao clube que sonha em buscar o bicampeonato olímpico com o Brasil, após a medalha de ouro conquistada na Olimpíada do Rio, em 2016.

Clique no link e seja você também um apoiador do blog. Ajude a combater a monocultura esportiva no Brasil

Mais em Laguna Olímpico