Siga o OTD

Kohei Uchimura

Laguna Olímpico

Coronavírus faz torneio de ginástica em Tóquio ligar alerta

Teste positivo de Covid-19 do astro japonês Kohei Uchimura preocupa organizadores do torneio internacional marcado para novembro

Kohei Uchimura está assintomático e fará novos testes para saber se poderá competir (Arquivo/Laurence Griffiths/Getty Images)

Coronavírus faz torneio de ginástica em Tóquio ligar alerta

A retomada do esporte olímpico em Tóquio, sete meses após o início da pandemia do coronavírus, ligou o sinal de alerta nesta última quinta-feira (29). O Torneio Internacional de ginástica artística, primeiro evento internacional no Japão, marcado para 8 de novembro, terá o desfalque da estrela japonesa Kohei Uchimura.

O ginasta, dono de três medalhas de ouro olímpicas, testou positivo para a Covid-19 e está de quarentena. Ainda não está confirmado se ele está fora da competição, que reunirá ainda as equipes do Japão, Estados Unidos, Rússia e China.

Prevista para ocorrer no histórico Estádio Nacional Yoyogi, um dos palcos usados em Tóquio-1964 e também reservado para Tóquio-2020, o evento batizado Torneio Amizade e Solidariedade está programado para contar inclusive com a presença de torcida.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Siga

Como forma de testar os procedimentos de segurança em relação ao coronavírus, de olho na Olimpíada do ano que vem, o evento receberá dois mil espectadores. A capacidade do Yoyogi é de 13.291 pessoas.

De acordo com Morinari Watanabe, presidente da FIG (Federação Internacional de Ginástica) e um dos organizadores do torneio, Uchimura se encontra assintomático. O ginasta está isolado em um quarto no centro nacional de treinamento e será monitorado por uma semana. Uchimura deve fazer um teste entre os dias 4 e 5 de novembro e depois outras duas testagens. Só então poderá ser liberado (ou não) para disputar a competição.

Preocupação extra

O que preocupa os organizadores é se Kohei Uchimura – ouro no individual geral em Londres-2012 e na Rio-2016, onde também foi campeão olímpico por equipe – contaminou os demais integrantes da equipe japonesa. Todos tiveram resultados negativos em seus testes. Mas de acordo com Watanabe, não está descartado que o Japão desista de disputar o torneio se mais casos positivos aparecerem entre seus atletas.

Contudo, isso não significará o cancelamento da competição. Se os ginastas dos demais países estiverem negativados, o evento ocorrerá normalmente, afirmou Watanabe, em uma coletiva virtual nesta quinta.

Os atletas internacionais chegarão a Tóquio entre os dias 4 e 5, quando também serão testados para o coronavírus. Além disso, eles terão que respeitar um rígido protocolo de segurança. Só poderão se deslocar entre o hotel e o ginásio da competição, bem como não tendo permissão para ir a qualquer outro ponto da cidade.

Nesta quinta-feira, o Japão apresentou 736 novos casos de coronavírus no país, com três óbitos. No total, foram 98.852 infectados em território japonês durante toda a pandemia.

Mais em Laguna Olímpico