Siga o OTD

Mundial de ginástica artística

Laguna Olímpico

Coronavírus faz Dinamarca desistir de Mundial em 2021

Crise econômica causada pela pandemia foi a principal justificativa para dinamarqueses abrirem mão do Mundial de ginástica artística

A Royal Arena iria receber as competições do Mundial de ginástica artística de 2021 (Divulgação)

Coronavírus faz Dinamarca desistir de Mundial em 2021

Embora a Europa esteja passando por um momento mais controlado da pandemia do coronavírus, seus efeitos no esporte seguem fazendo estragos no calendário esportivo. Nesta terça-feira (7), a FIG (Federação Internacional de Ginástica) confirmou que a Dinamarca abriu mão de organizar o Mundial de ginástica artística, que estava marcado para outubro do ano que vem. Seria uma edição de gala para a FIG, pois marcaria a 50ª edição do torneio.

“A Federação Dinamarquesa de Ginástica informou à FIG sua desistência para receber a 50ª edição do Campeonato Mundial de ginástica artística, que seria realizado em outubro de 2021, em Copenhague. O Comitê Executivo da FIG recebeu a notícia com pesar e decepção”, disse a FIG, em nota oficial. A entidade ainda declarou que irá avaliar as consequências desta desistência e avaliará quando irá anunciar o novo procedimento para receber futuras candidaturas.

O Mundial de 2021 seria o primeiro no ciclo olímpico para os Jogos de Paris-2024. Com o adiamento da Olimpíada de Tóquio para o ano que vem, também em virtude da pandemia, seria um evento esvaziado das principais estrelas da modalidade. Este, inclusive, foi um dos motivos alegados pelos dinamarqueses para abrir mão do torneio.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar

“Muitos eventos esportivos ao redor do mundo são e continuarão sendo influenciados pela Covid-19. Isso vale para o Campeonato Mundial de Ginástica. A pandemia foi relevante a ponto de adiar a Olimpíada para julho e agosto de 2021. Neste contexto, é de se esperar que os melhores ginastas do mundo não viriam ao Mundial”, justificou a federação dinamarquesa.

+ Curta a página do blog no Facebook

Contudo, os dirigentes também apontaram para um outro fator que será bastante significativo neste “novo normal” do mundo do esporte. “A Federação Dinamarquesa de Ginástica está sendo afetada por implicações financeiras decorrentes da Covid-19. Foi neste contexto que tivemos a difícil decisão de abrir mão de receber o Mundial de 2021”, explicou a nota oficial, publicada no site da federação.

A FIG agora terá que se virar para encontrar uma nova sede para o Mundial de 2021. A entidade já tinha definido os locais dos torneios de 2022 e 2023, que serão realizados Liverpool (ING) e Antuérpia (BEL), respectivamente. Os dinamarqueses já mostraram intenção de receber o Mundial de 2025.

Calendário apertado

Em abril, o blog já havia apontado que um dos maiores desafios com a pandemia seria a readequação dos calendários esportivos. Embora alguns torneios de âmbito nacional já estejam acontecendo na Europa, Estados Unidos e Ásia, ainda existe a dúvida sobre as competições internacionais. E isso representa um nó no sonho de ver a Olimpíada de Tóquio acontecendo no ano que vem.

+ O blog também está no Instagram. Siga

O atletismo já tinha sido uma das modalidades que abriu mão de ter o seu Mundial no ano que vem. O torneio ficou para 2022, em Oregon (EUA). Outro Mundial que também foi cancelado foi o de ciclismo BMX em Houston (EUA), que tinha sido adiado em maio e agora ainda não se sabe quando acontecerá.

Desistências de receber eventos esportivos como esta da Dinamarca, ao que parece, serão cada vez mais comuns nestes novos tempos.

Mais em Laguna Olímpico