Siga o OTD

Laguna Olímpico

Atletismo mostra força com recorde mundial de Yulimar Rojas

Venezuela quebra marca de 16 anos no salto triplo indoor e prova que é favorita ao ouro em Tóquio

Yulimar Rojas salta no Meeting de Madri, onde bateu o recorde mundial indoor do triplo (World Athletics)

Ninguém pode reclamar da falta de novidades na temporada 2020 no atletismo mundial. Pelo menos a temporada indoor (pista coberta) está bastante animada.

O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar

Após os dois recordes mundiais consecutivos alcançados pelo sueco Armand Duplantis no salto com vara com apenas uma semana de diferença, nesta sexta-feira (21) o show foi protagonizado pela venezuelana Yulimar Rojas. A atual bicampeã mundial do salto triplo bateu o recorde em pista coberta na prova, com a marca de 15,43 m.

Rojas conseguiu superar uma marca que já durava 16 anos e estava em poder da russa Tatiana Lebedeva, com 15,36 m. A venezuelana, cujo treinador é ninguém menos do que o cubano Ivan Pedroso, lenda do salto triplo mundial, obteve o recorde no Meeting de Madrid, na Espanha.

Confira como foi o salto do recorde de Yulimar Rojas:

O recorde de Rojas foi obtido apenas na última tentativa da prova. No quarto salto, ela já tinha quebrado o recorde sul-americano (15,29 m). Após queimar a quinta tentativa, foi com tudo no último salto. Assim que aterrissou, já saiu comemorando, com a certeza de que tinha sido uma ótima marca. E foi mesmo.

+ Curta a página do blog no Facebook

O feito da venezuelana foi muito comemorado pelo público, até pelo fato de Rojas viver e treinar na Espanha há muitos anos.

+ O blog também está no Instagram. Siga

Em Tóquio-2020, Yulimar Rojas já desponta como a principal candidata a ficar com a medalha de ouro, após ter levado a prata na Rio-2016. A expectativa é que faça um grande duelo com a colombiana Caterine Ibarguen, que ficou com o ouro no Rio mas que passou por muitos problemas de lesão na última temporada.

Mais em Laguna Olímpico