Siga o OTD

Judô

Circuito volta em outubro e World Masters no início de 2021

Federação Internacional anunciou os primeiros três eventos desde o início da pandemia e o primeiro será o Grand Slam de Budapeste, no final de outubro

Circuito Mundial de Judô - FIJ
Circuito Mundial retornar no final de outubro (Instagram/@mayraaguiarjudo)

A IJF (Federação Internacional de Judô) anunciou, nesta sexta-feira (28) a volta do Circuito Mundial de Judô. A partir de outubro, serão realizados três eventos, começando pelo Grand Slam de Budapeste.

Depois do torneio da Hungria, acontecerá o Grand Slam de Tóquio, em dezembro. E por fim, o World Masters de Judô será realizado no início de 2021 em Doha, no Catar. As datas exatas ainda serão divulgadas.

+Alana Maldonado quer ‘colocar nome na história do judô feminino’

Corrida olímpica

Todos os três eventos valerão pontos para o ranking olímpico dos Jogos de Tóquio-2020. A seleção brasileira foi para Portugal, na Missão Europa, em busca de melhores condições de treinamento justamente pensando da volta do circuito e, consequentemente, da corrida olímpica interna.

Judô Atletas Brasileiros Missão Europa COB Portugal Natação Nado Artístico Boxe volta Circuito Mundial de Judô
Seleção brasileira na Missão Europa (Alexandre Castello Branco/COB)

As federações continentais também planejam a organização de eventos continentais antes do final do ano.

A IJF destaca que estará acompanhado a situação mundial e se reserva o direito de alterar o cronograma e o status de qualificação para Olimpíadas, mantendo o melhor interesse dos atletas como prioridade.

+SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

“Chegou a hora de anunciar como iremos, passo a passo, reiniciar nossas atividades. Sabemos que a situação é diferente no mundo, mas há territórios que estão prontos para organizar eventos. A Hungria está pronta para sediar o Grand Slam no final de outubro, com todas as medidas de saúde e proteção necessárias em vigor. Todos os países serão bem vindos e poderão participar”, pontuou Marius Vizer, presidente da IJF.

Por fim, a entidade ressaltou que já publicou seu protocolo de reinício das competições e isso representará as condições obrigatórias para a organização dos eventos nas novas circunstâncias em meio à pandemia.

Mais em Judô

viagra