Siga o OTD

Judô

Ketleyn Quadros bate Aléxia Castilhos e vence GS de Brasília

Contra a compatriota Aléxia Castilhos, Ketleyn Quadros vence por ippon e Brasil conquista mais um ouro no Grand Slam de Brasília

Abelardo Mendes Jr/ @RedeDoEsporteBr

O Brasil voltou a subir no pódio do Grand Slam de Brasília. Depois dos ouros de Allan Kuwabara e Daniel Cargnin conquistados no domingo, a segunda-feira (7) foi de Ketleyn Quadros somar mais uma dourada, além das pratas de Aléxia Castilhos e de David Lima, e do bronze de Maria Portela.

Até 63kg, Mariana Silva enfrentou a britânica Amy Livesey, que conseguiu um ippon e perdeu o bronze. Mas na grande final da categoria, Aléxia Castilhos e Ketleyn Quadros se enfrentaram. A luta começou bem morna, Aléxia foi punida por falta de combatividade, mas Ketleyn também foi punida por pisar fora.

Empatadas em punição, as lutadores partiram para o ataque, Alexia deu uma brecha, Ketleyn foi para a técnica de sacrifício e conseguiu dar um ippon na compatriota. Ouro para Ketleyn Quadros no Grand Slam de Brasília.

Na categoria até 73kg, o russo Musa Mogushkov fez uma entrada perfeita, botou David Lima de costas no tatame e conquistou o ouro da categoria. O brasileiro terminou com a prata.

Pela categoria até 70kg, Maria Portela enfrentou a canadense Kelita Zupancic e venceu com um wazari, terminando com o bronze.

Sendo assim, o Brasil, em dois dias de Grand Slam, já soma três ouros, seis pratas e quatro bronzes conquistados.

Mais em Judô

viagra