Siga o OTD

Boxe

Estreante no Pan, Bia Ferreira crava resultado: vou ser ouro

Em sua primeira edição de Jogos Pan-Americanos, Bia Ferreira, do boxe, comenta favoritismo e crava ouro como meta para Lima 2019

Reprodução

Na última semana, o Time Petrobras se reuniu no Rio de Janeiro uma coletiva de imprensa dos atletas classificados para os Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Bia Ferreira, do boxe, chamou atenção por ser a única atleta a ter convicção em definir o que busca com a sua participação na capital peruana: o ouro.

“A gente vem de uma preparação agora da Colômbia, ficamos 22 dias lá. Estamos treinando muito. Eu creio que a nossa equipe está muito preparada. A gente, eu acho, que nunca treinou tanto igual dessa vez. E, sim, tem alguns (atletas já conhecidos). Eu já lutei com todos do mundo que eu vou lutar lá. Com os oito, sete… Eu acho que a mais difícil foi a que eu perdi no pré-Pan (Rashida Ellis), que é a americana. Mas não é impossível, eu já ganhei dela. Eu vou ganhar de novo e vou ser ouro lá,” garantiu a brasileira.

O treinamento recente foi muito pesado e garantiu uma boa base para a equipe do boxe. “Todo mundo ficou bem forte, todo mundo unido e todo mundo confiante. Acho que isso foi uma experiência incrível.” Parte fundamental da construção de um ano que vem sendo pra lá de especial para a atleta.

“2019 está sendo um ano incrível. Consegui pegar três medalhas de ouro. Uma de prata no pré-Pan. Estou bem confiante, estou bem preparada, bem mais experiente agora. Esse ano eu acho que vão vir muitas vitórias aí e muitas oportunidades.” Oportunidades, por exemplo, de estreia numa competição grande como os Jogos Pan-Americanos.

“Esse Pan é muito importante. É o meu primeiro Pan. E eu sei que eu sou uma das favoritas a conseguir a medalha de ouro lá e vou entrar pra história, porque não tem no feminino medalha de ouro lá. Estou bem confiante, estou vendo que está muito perto de acontecer. E, cara, vai ser sensacional, vai ser mais um sonho realizado.”

Bia Ferreira entra no ringue entre os dias 28 de julho e 02 de agosto, na Villa Deportiva Regional, Callao, no Peru. E Lima 2019 é só o começo para o que espera Bia Ferreira desse ciclo: “Estou conseguindo me comportar melhor no ring. Eu acho que isso a gente vai conquistando a cada luta. Cada tempo mesmo. E eu estou conseguindo pegar esse tempo logo agora, que ano que vem é muito importante. Ano que vem é ano olímpico e eu vou estar bem preparada.”

GUIA PAN 2019 CALENDÁRIO NOTÍCIAS

Mais em Boxe