Siga o OTD

Jogos Olímpicos de Inverno

Confira resultados dos brasileiros em Lausanne nesta quinta

Brasil teve representantes no monobob e skeleton nesta quinta-feira (16), nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, em Lausanne, Suíça.

Confira resultados dos brasileiros em Lausanne nesta quinta

No oitavo dia dos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude Lausanne 2020, o brasil teve dois representantes. Gustavo Ferreira, do monobob, e Lucas Carvalho, do skeleton, fizeram duas descidas cada em suas respectivas modalidades. O Olimpíada Todo Dia faz um breve resumo sobre a participação dos dois nesta quinta-feira (16).

Monobob

Gustavo Ferreira foi o primeiro brasileiro a atuar nesta quinta-feira. Ele desceu no monobob, categoria específica do bobsleigh, duas vezes no dia. Na primeira, fez um 1:14:01, ficando no décimo lugar. Gustavo repetiu sua melhor colocação, obtida na última terça-feira (14). Em sua segunda descida, melhorou seu tempo em 31 centésimos, mas acabou ficando na décima primeira colocação. Seu melhor tempo até aqui, em seis descidas, é de 1:13:38, obtido na terça-feira (14).

Vale lembrar que o monobob é uma modalidade do bobsleigh individual, só envolve o piloto e seu trenó. Ele é responsável por puxar o trenó, guiá-lo e freá-lo após a linha de chegada. É exclusivo dos Jogos Olímpicos da Juventude em Lausanne e, a partir de 2022, entrará na disputa feminina dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim.

+ INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Skeleton

Lucas Carvalho fez sua quinta e sexta descida no skeleton do dia. Em ambas, o brasileiro ficou na vigésima colocação. Na primeira descida, Lucas foi bem na partida, ficando em décimo terceiro, com 5.54 segundos. No decorrer do percurso, entretanto, o atleta piorou e acabou fechando o circuito em 1:24:99, quinze segundos acima do líder da parcial, Livio Summermatter, da Suíça. Na sexta bateria, Lucas fez um tempo muito semelhante: 1:24:60, ficando novamente em vigésimo lugar.

Resultados de terça-feira (14).

Taynara da Silva encerrou a sua participação no Biathlon. Foi a primeira vez que o Brasil conquistou uma vaga na modalidade neste evento olímpico. A atleta, além de ter sido a porta bandeira na Cerimônia de Abertura em Lausanne, também competirá pelo Ski Cross Country.

“Foi muito emocionante ser a porta bandeira do país, eu gostei muito dessa experiência. Nas provas de Biathlon, eu senti que houve uma evolução da primeira para a segunda prova e eu fiquei muito feliz”, conta Taynara da Silva.

Além disso, o Curling encerrou sua participação com uma derrota para a Suíça.

Noah Bethonico entre os dez melhores da sua idade na Copa Europa

Também no ritmo dos Jogos da Juventude, o jovem talento do Snowboard Cross, Noah Bethonico, participou da sua última competição de preparação para o evento olímpico: uma etapa da Copa Europa. 

No primeiro dia de provas, o atleta ficou entre os dez primeiros competidores da sua categoria de idade. “Noah está em fase final de aclimatação desde o dia 07 de Janeiro, treinando na mesma montanha onde competirá no YOG acompanhado de dois excelentes treinadores. A participação na Copa Europa mostra que o Noah está muito empenhado e com um nível técnico altíssimo, pois a competição na França tinha quase 100 atletas de alto nível”, analisa Pedro Cavazzoni, Superintendente Técnico da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN).

As provas de Bethonico nos Jogos Olímpicos da Juventude ocorrem nos dias 20 e 21 de janeiro e essa foi a última competição do jovem atleta antes do evento olímpico. Nos próximos dias, ele segue em treinamento intenso, acompanhado pelos treinadores Iván Fuenzalida e Joel Certano.

“Participar de uma Copa Europa foi muito irado, o nível é muito alto, muito acima das provas dos Estados Unidos, nas quais eu consigo me classificar muito melhor. Acho que foi uma experiência ótima e me sinto cada vez mais pronto para os Jogos Olímpicos da Juventude”, conta Bethonico, de apenas 16 anos.

Mais em Jogos Olímpicos de Inverno