Siga o OTD

Handebol

Com show da defesa, Brasil bate Croácia e segue vivo no Mundial

Com uma defesa muito forte, Brasil mostra eficiência nos contra-ataques, domina a Croácia, e vence na estreia da segunda fase do Mundial de handebol masculino

Com show da defesa, Brasil bate Croácia e segue vivo no Mundial

Com cinco vitórias em cinco jogos na primeira fase, a Croácia chegou invicta para enfrentar o Brasil pela primeira rodada da fase principal do Mundial de handebol masculino. Mas, embalada por três vitórias seguidas contra Sérvia, Rússia e Coreia, a Seleção Brasileira mostrou muita força na defesa para segurar os fortes e habilidosos jogadores croatas, abusou dos contra-ataques eficientes e conseguiu uma vitória história por 29 a 26 em partida disputada em Colônia, na Alemanha.

+ CONFIRA A TABELA DO MUNDIAL DE HANDEBOL

Muito confiante em seu ataque, a Croácia começou o jogo com a estratégia de tirar o goleiro para ir para cima do Brasil com sete jogadores, um a mais do que o adversário, e superar a defesa 5-1 da equipe verde e amarela. Mas os comandados do técnico Washington Nunes mostraram que fizeram a lição de casa direitinho e estudaram com afinco a equipe croata. Mesmo tendo que jogar no 6-0 para marcar os sete atacantes rivais, a defesa brasileira levou vantagem. Foram vários os momentos em que roubou a bola e gols foram marcados de contra-ataque com o gol europeu vazio. Assim, o Brasil logo abriu 12 a 6 no placar, vantagem que foi fundamental para que a vitória fosse conquistada.

No ataque, Toledo, que vinha se destacando muito no Mundial, estava muito marcado e não conseguiu reeditar suas melhores atuações. Por outro lado, Haniel Langaro assumiu a responsabilidade e jogou muito. Extremamente certeiro e eficiente, o armador terminou o primeiro com seis gols em oito arremessos e o Brasil foi para o intervalo vencendo por 17 a 13.

No segundo tempo, Washington Nunes trocou o goleiro. César Bombom, que só tinha defendido três de 16 arremessos, deu lugar a Leonardo Tercariol. A mudança mostrou que o treinador estava acerto. Léo teve uma grande atuação, defendeu seis das 19 bolas que foram arremessadas em seu gol e foi fundamental para a vitória brasileira. Ele chegou até a marcar um gol de sua área em um lance em que o adversário mais uma vez atacava sem goleiro.

Justamente no gol marcado por Leonardo Tercariol, o Brasil voltou a abrir seis gols de vantagem: 20 a 14. A diferença continuou controlada até o gol de Haniel aos 18 minutos, que colocou 26 a 21 para a Seleção Brasileira. A Croácia, no entanto, reagiu, marcou dois gols seguidos com Duvnjak e Karacic. Para piorar, Borges foi excluído de quadra por dois minutos. Os croatas se aproveitaram da vantagem numérica em quadra e, com gols de Horvat e Vrankovic, encostaram de vez no placar: 26 a 25.

Faltavam sete minutos para o fim, a Croácia pressionava e o Brasil se defendia com faltas para impedir que o adversário empatasse o jogo. Foi quando um chute rasteiro de Toledo da linha de 6m fez a equipe de Washington Nunes respirar: 27 a 25.

Nessa altura, as duas equipes já estavam com o mesmo número de jogadores, mas a Croácia mantinha a pressão, enquanto o Brasil se defendia. Foi quando se repetiu o adversário atacar sem goleiro, a defesa levar a melhor e Thiagus Petrus marcar com o gol vazio para abrir três gols de diferença a 3min45 do final da partida.

A Croácia ainda marcou mais um com Duvnjak e ficou em cima do Brasil em busca do empate, mas, mais uma vez, a defesa se saiu muito bem e, faltando 26 segundos, Haniel marcou um golaço, arremessando a bola a 106km/h para fechar a vitória brasileira por 29 a 26.

Com nove gols em 12 arremessos, Haniel foi o artilheiro e principal destaque ofensivo do Brasil. Também marcaram Borges (5), Tchê (4), Toledo (3), Teixeira (3), Thiagus Petrus (1), Chiuffa (1), Leonardo (1), Rudolph (1) e Bombom (1).

Com o resultado, o Brasil se iguala à Espanha na quarta colocação do Grupo 1 da fase principal com dois pontos. Alemanha e França lideram com cinco, enquanto a Croácia é a terceira colocada com quatro. A Seleção Brasileira volta a jogar nesta segunda-feira contra a Espanha.

 

Mais em Handebol