Siga o OTD

Debinha Best XI Challenge Cup Courage

Futebol

Debinha entra no time ideal da Challenge Cup e Houston leva taça

Brasileira foi uma das quatro do North Carolina Courage, que era um dos favoritos ao título, mas acabou surpreendido nas quartas de final

Brasileira foi uma das quatro eleitas do NC Courage (twitter/thenccourage)

Debinha entra no time ideal da Challenge Cup e Houston leva taça

A brasileira Debinha entrou para o time das melhores da Challenge Cup 2019. Ela foi eleita como uma das três atacantes para o Best XI, uma espécie de time ideal da competição. A equipe da Debinha, o North Carolina Courage, colocou quatro das onze, mas a taça ficou com o Houston Dash.

Além da brasileira, o NC Courage colocou na Best XI a também atacante Lynn Williams, a zagueira Abby Erceg e a lateral Jaelene Daniels. Confira abaixo todas as escolhidas, em votação pela internet.

Debinha Best XI Challenge Cup north carolina courage
(twitter/NWSL)

Zebra solta

O time da brasileira era um dos favoritos ao título da Challenge Cup 2019, afinal é o atual bicampeão da NSWL, a liga de futebol feminino dos Estados Unidos. Agora, no torneio que reabriu o esporte nos EUA após a pandemia, o NC Courage venceu todos os quatro jogos da fase de classificação tomando apenas um gol, no primeiro jogo, contra o Portland Thorns.

Debinha marcou seu único gol na competição nesta partida. Mas não é só por isso que esse jogo é lembrado. Após a fase de classificação, com quatro partidas, os times foram para o mata-mata. Todos passaram, porque eram oito participantes. O adversário do North Carolina Courage, time de melhor campanha, foi justamente o Portland Thorns, de pior.

Quando a bola rolou, no entanto, o Portland Thorns marcou um gol no meio do segundo tempo e se segurou até o final, eliminando Debinha e companhia e passando para as semifinais.

Houston Dash campeão

Na sequência, o Portland perdeu pelo mesmo placar para o Houston Dash a disputa por uma vaga na decisão. Do outro lado o Chicago Red Stars venceu o Sky Blue por 3 a 2 a outra semifinal.

Na final, realizada neste domingo, o Houston Dash venceu o Chicago Red Stars por 2 a 0. O primeiro gol foi marcado de pênalti, logo aos cinco minutos de jogo, por Sophie Schmidt, e o tiro de misericórdia saiu já nos acréscimos da etapa complementar, com Shea Groom.

Mais em Futebol