Siga o OTD

Esgrima

Henrique Marques e Pietra Chierighini faturam ouro no Rio

Sexta-feira foi de disputas individuais no florete masculino e no sabre feminino, além de estreia das equipes com espada feminina e sabre masculino

Henrique Marques Torneio CBE 95 anos
Foto: Rosele Sanchotene

O segundo dia do 2º Torneio Adulto – 95 anos CBE entregou muita emoção na Escola Naval do Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira (24), dois atletas, que estavam batendo na trave nas últimas exibições nacionais, conseguiram o título na Cidade Maravilhosa: Henrique Marques no florete masculino e Pietra Chierighini no sabre feminino. Evento ainda teve a estreia das disputas por equipes em que o Esporte Clube Pinheiros-SP levou o sabre masculino e o Club Athletico Paulistano-SP ficou com o ouro na espada feminina.

Nas disputas individuais, dois medalhistas no último Pan-Americano de Esgrima – que aconteceu em Assunção, no Paraguai, neste mês – tiveram um excelente desempenho na Escola Naval e saíram com o título do 2º Torneio Adulto – 95 anos CBE.

+Amanda Simeão e Fábio Salles são campeões no Rio de Janeiro

Henrique Marques leva o florete masculino

No florete masculino, o medalhista de bronze por equipes do Pan, Henrique Marques (Esporte Clube Pinheiros-SP), saiu com o ouro da Cidade Maravilhosa depois de ter batido na trave nas suas duas últimas participações nacionais (ele levou a prata na Copa Porto Alegre 250 anos e no 1º Torneio Adulto – 95 anos CBE, realizado em Contagem-MG).

No Rio de Janeiro, a situação foi diferente. Após triunfar em cinco das seis partidas que teve na pule, ele se classificou para o quadro de 32, quando derrotou o companheiro de equipe, Luiz Foschini, por 15 a 8. Na fase seguinte, foi a vez de Ricardo Pacheco (Paulistano) ser batido por ele: 15 a 11.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

No quadro de 8, Pedro Marostega, do Grêmio Náutico União-RS, foi o adversário da vez, em que Marques se impôs e o superou por 15 a 9. A semifinal aconteceu contra Pierre Souza (Paulistano), em que o medalhista de bronze no Pan triunfou por 15 a 8.

Por fim, o jogo que definiu o ouro para Henrique foi diante do colega de Pinheiros, Lorenzo Mion. No jogo entre os parceiros de clube, Marques se deu melhor e venceu por 15 a 7, saindo com o título no Rio de Janeiro.

“Estava na hora já. Duas vezes segundo lugar no ano, fiquei um pouco frustrado com as duas pratas, aí pensei que eu tinha de dar um gás para ganhar o ouro. Gosto de jogar no Rio de Janeiro, tenho bons resultados aqui e, por isso, pensei que aqui eu iria conseguir”, disse o campeão do florete.

Pietra Chierighini fatura primeiro título nacional adulto da carreira

Outra que levou medalha no Pan (bronze no sabre feminino por equipes) e saiu campeã do Torneio Nacional foi Pietra Chierighini. Pela primeira vez na carreira, a esgrimista do Club Athletico Paulistano levou um ouro nacional no adulto depois de ficar no “quase” várias vezes.

Na pule, Pietra venceu quatro das cinco partidas, o que a levou diretamente para o quadro de 16. Nessa fase, ela bateu Daiane Reis (Sala São Jorge de Esgrima-SP) por 15 a 8. Logo após, pelo quadro de 8, ela fez um belo combate diante da companheira de Seleção no Pan e postulante ao título no Rio de Janeiro, Luana Pekelman (Pinheiros) e a superou por 15 a 5.

Na semifinal, ela encarou outra atleta do Pinheiros. O duelo diante de Isabela Carvalho foi mais equilibrado, mas, ao final, a vitória ficou para o lado de Pietra: 15 a 10. A grande decisão foi contra a parceira de clube e da Seleção que levou o bronze no Pan, Karina Trois. O embate foi disputado e Pietra fez excelente exibição para bater a oponente por 15 a 11 e ficar com o inédito título adulto.

“Eu estava muito tranquila, batia um pouco de nervosismo, mas eu conseguia me controlar. O real diferencial está sendo o meu psicológico, este campeonato foi a prova disso, de que estou com o meu mental bem”, analisou Pietra.

Dia de estreia dos torneios de equipes

O segundo dia de Torneio Nacional reservou para os participantes a estreia do campeonato por equipes. No dia, duas categorias disputaram o título coletivo na Escola Naval: sabre masculino e espada feminina.

O sabre teve uma final de tirar o fôlego. Protagonizada pelos times paulistas, Esporte Clube Pinheiros (Enrico Pezzi, Gabriel Vasques, Bruno Pekelman e Erico Patto) e Club Athletico Paulistano (Murilo Garrigós, Fabio Salles, Henrique Garrigós e Fernando Fachini), o embate foi decidido apenas no último toque, quando os representantes do Pinheiros venceram o pleito por 45 a 44.

E a vitória veio de uma forma espetacular. A equipe do Pinheiros estava perdendo por nove pontos de diferença e precisava fazer 14 no último duelo entre as equipes, protagonizado por Bruno Pekelman (Pinheiros) e Fabio Salles (Paulistano). Foi o que aconteceu, Pekelman tirou a vantagem e fechou o embate.

Na disputa pelo terceiro lugar, a outra equipe do Paulistano – formada por Lorenzo Chierighini, Nicolas Juarez Gomez, Rafael Lee e Renato Saliba – fez grande jogo diante do Círculo Militar de São Paulo (Henrique Teixeira, Fellipe Bento e Arthur Chahda) e ficou com o bronze ao triunfar por 45 a 29.

A espada feminina também teve uma grande decisão, mas menos parelha do que a do sabre masculino. Nela, o Paulistano – representado por Renata Zettermann, Victória Vizeu e Laura Correia – conseguiu o título da arma ao passar pelo time da Academia Mestre Kato (Lorana Schwantes, Tabea Alves, Fernanda Camargo e Fabiana Teixeira) por 45 a 34.

O pódio foi completado pelo combinado paranaense do Clube Curitibano e da Academia Mestre Kato (Aydee Dias, Amanda Netto Simeão, Valkiria Schnen e Gabriela Portugal), que terminou na terceira posição. Na disputa pelo bronze, as atletas do Paraná derrotaram o Pinheiros por 45 a 37.

O sábado (25) do 2º Torneio Adulto – 95 anos CBE será de mais disputas no Rio de Janeiro. O florete feminino e a espada masculina serão as categorias responsáveis por encerrar as disputas individuais, enquanto as equipes irão para o segundo dia de compromissos com os jogos do florete masculino e do sabre feminino.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Esgrima