Siga o OTD

Ciclismo Estrada

Messali bate Malavazzi no sprint final na Copa do Brasil de paraciclismo

Jéssica já havia superado Jady no contrarrelógio, mas desta vez a disputa só foi definida nos centímetros finais

jéssica messali time dux nutrition
Jéssica no triatlo dos Jogos Paralímpicos (instagram/jessicamessali/arquivo)

As duas guerreiras do paraciclismo de estrada brasileiro voltaram a engrandecer o esporte neste domingo (26), desta vez na Prova de Resistência classe handbike WH3 da primeira etapa da Copa do Brasil. Jéssica Messali superou novamente Jady Malavazzi, como havia feito no contrarrelógio, mas desta vez a disputa só foi definida nos últimos centímetros. A competição foi realizada em João Pessoa, capital da Paraíba.

Jéssica Messali, atleta do Time Dux Nutrition, completou a prova em 1h28min15s903, menos de sete centésimos de segundo à frente de Jady Malavazzi, que cumpriu o percurso de 1h28min15s97. Os tempos são mera formalidade teórica, já que no mundo real basta dizer que Messali somente venceu a adversária praticamente na linha de chegada. Para se ter uma ideia, um piscar de olhos acontece em cerca de um décimo de segundo. Em outras palavras, quem piscou, perdeu. Mariana Garcia foi a terceira participante da Prova de Resistência classe handbike WH3 da primeira etapa da Copa do Brasil. Ela completou em 1h34min50s042.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Guerreiras

Não é pouco chamar ambas de guerreiras do paraciclismo. Jessica Messali sofreu um acidente em uma sauna no início de julho, poucas semanas antes de competir nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, e queimou os pés. Precisou passar por dez cirurgias e amputar sete dedos em meio em apenas 25 dias antes de disputar o triatlo na capital japonesa. Jady Malavazzi, por sua vez, ficou entre a vida e a morte por conta de problemas de saúde. Teve uma úlcera de pressão na região glútea, exatamente onde ela fica sentada, e osteomelite. Foram dois anos em entre cirurgias, tratamentos e recuperação. Ela também esteve nos Jogos Paralímpicos e foi a 13ª no Ciclismo de Estrada classes H1-H4.

Resultados do dia

Mais em Ciclismo Estrada