Siga o OTD

Vinícius Figueira - caratê - classificação olímpica - ranking - douglas brose - tóquio 2020

Tóquio 2020

Vinícius Figueira se complica na luta por uma vaga nos Jogos Olímpicos

Após perder na primeira luta em Lisboa, Vinícius Figueira não tem mais chance de classificação pelo ranking e terá uma última chance no Pré-Olímpico Mundial

Vinícius Figueira se complica na luta por uma vaga nos Jogos Olímpicos

Em março do ano passado, Vinícius Figueira teve a vaga para os Jogos Olímpicos confirmada com o cancelamento da etapa de Madri da Premier League. Dois meses depois, no entanto, a WKF (Federação Mundial de Caratê) voltou atrás e, por conta do adiamento da Olimpíada, mudou as regras, reabrindo o ranking. Com isso, o brasileiro dependia de uma boa campanha na etapa de Lisboa do circuito mundial para que pudesse sacramentar sua classificação. Mas ele foi mal. Acabou eliminado na primeira luta e viu seu concorrente direto, o egípcio Ali Elsawy avançar até a disputa do bronze, deixando Figueira sem chances matemáticas de ir à Tóquio pelo ranking. Resta a ele, agora, disputar o Pré-Olímpico Mundial, que acontece em junho.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Nesta sexta-feira, pela categoria até 67 kg, Vinícius Figueira perdeu logo na estreia para o italiano Gianluca de Vivo, que venceu por 3 a 1. O carateca brasileiro teria chance de ir para a repescagem para brigar pela medalha de bronze se seu algoz avançasse até a final, mas de Vivo parou na luta seguinte diante do jordaniano Abdel Almasatfa.

O dia não foi ruim apenas para Vinícius Figueira. Valéria Kumizaki, do Time Ajinomoto, que foi medalha de ouro na etapa de Istambul no mês passado, venceu a chilena Aros Astudillo por 4 a 0, mas não passou da segunda luta da categoria até 55 kg, em que foi derrotada pela italiana Anita Pazzaglia por 8 a 3. A exemplo do que aconteceu com Figueira, a algoz de Kumizaki não passou da luta seguinte e impediu a brasileira de lutar a repescagem. Na categoria até 60 kg, Edemílson Gutz perdeu na primeira luta para o romeno Bogdan Gogolosi, enquanto Nicole Mota passou da primeira fase do kata, mas parou na segunda, terminando na 29.ª colocação.

+RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Com o mau resultado de Vinícius Figueira na etapa de Lisboa da Premier League, nenhum brasileiro conseguiu a classificação direta pelo ranking para os Jogos Olímpicos. A esperança passa a ser o Pré-Olímpico, que será disputado entre os dias 11 e 13 de junho. Também participarão do torneio: Stephani de Lima (até 61kg), Brenda Padilha (+61kg), Douglas Brose (-75kg), Filipe Medeiros (+75kg) Nicole Mota (kata feminino) e Dyun Kimura (kata masculino).

Mais em Tóquio 2020