Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Prata e bronze para o Brasil no Mundial de Paracanoagem

Luis Cardoso ficou em segundo lugar na final da KL1 200 m, coladinho no campeão, enquanto Mari Santilli passou na terceira colocação a disputa por medalhas na VL3 200 m. Na VL2 200 m, Debora Benevides ficou em sexto

Luis Cardoso Mara Santilli Paracanoagem Mundial de Paracanoagem Halifax Canadá medalha de prata KL1 200 m medalha de bronze VL3 200 m
(Fábio Canhete/CBCa)

Saíram as primeiras medalhas brasileira no Mundial de Paracanoagem que está sendo realizado em Halifax, no Canadá. Luis Cardoso abriu os trabalhos nas finais desta sexta-feira (5) com uma prata na KL1 200 m, chegando coladinho no campeão. Logo depois foi a vez de Mari Santilli abocanhar um bronze na VL3 200 m vencendo disputa acirrada contra canadense. Debora Benevides também correu final, no VL2 200 m, e ficou com o sexto lugar. O dia teve, ainda, representantes do Brasil em três semifinais do Mundial de Canoagem Velocidade, com Isaquias Queiroz e Erlon de Souza e Filipe Vieira.

Luis Cardoso conquistou a medalha de prata na classe KL1 com o tempo de 49s14, apenas 73 centésimos de segundo atrás do agora tricampeão Peter Kiss, de apenas 19 anos. O húngaro cravou 48s40. O bronze ficou com o francês Remy Boulle (50s98). Já Mari Santilli, na VL3, chegou no pódio após vencer uma batalha centímetro a centímetro contra a canadense Erica Scarff. A brasileira registrou 1min03s97 contra 1min04s43 da adversária, diferença de 46 centésimos de segundo. A Grã-Bretanha levou o ouro e a prata, com Charlotte Henshaw (59s58), outra que virou tricampeã, e Hope Gordon (1min00s84).

Luis Cardosos Paracanoagem Mundial de Paracanoagem Halifax Canadá medalha de prata KL1 200 m
Luis Cardoso passa para ficar com a medalha de prata (Fábio Canhete/CBCa)

“Feliz demais. Faz 10 anos que estou na canoagem e todo ano eu conquisto uma medalha. Este ano não poderia ser diferente. Quase peguei o primeiro lugar, mas vou trabalhar cada vez mais para buscar esse primeiro lugar, ganhar desse húngaro. Dedico à minha família e meu técnico Akos, que está comigo e sempre apostando e evoluindo junto. A gente nunca trabalha sozinho”, celebrou Luis Cardoso. Mara Santilli também falou. “Sou categoria baby ainda, tenho muito que aprender. As atletas da Inglaterra são bem experientes, mas vou treinar para evoluir. Volto na água amanhã para disputar mais uma final, agora pelo KL3.”

Mari Santilli Paracanoagem Mundial de Paracanoagem Halifax Canadá medalha de bronze VL3 200 m
Mari Santilli vence a batalha pelo bronze (Fábio Canhete/CBCa)

Sexta do mundo

Debora Benevides foi a sexta melhor na VL2 marcando o tempo de 1min05s04. A medalha de ouro foi para a lenda britânica Emma Wiggs (58s44), de 42 anos e agora tetracampeã mundial da prova. Como senão bastasse, ela também foi bicampeã mundial e Paralímpica na Rio-2016 na classe KL2. A prata foi para o Canadá, com Brianna Hennessy, e o bronze para outra britânica, Jeanette Chippington, de 52 anos, detentora de 16 medalhas em Paralimíadas, sendo 15 na natação e um ouro na paracanoagem, na KL1 da Rio-2016. “É uma honra pra mim estar na água, tive concorrentes muito fortes. Sou fã das meninas e hoje competir ao lado delas me deixou bem feliz. Acho que fiz uma ótima prova”, falou Benevides.

Mais três?

O Brasil ainda tem mais três atletas em finais do Mundial de Paracanoagem. Destaque para Fernando Rufino, atual campeão mundial e paralímpico na VL2 200 m, e Igor Tofalini, campeão mundial em 2018 na mesma prova. Eles competem no sábado (6), às 10h28. Na VL3 200 m, Giovane Vieira, prata em Tóquio-2020 também vai em busca de medalhas no mesmo dia, às 10h44. Assista ao vivo aqui no Olimpíada Todo Dia.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Clique para comentar

Você deve estar logado para postar uma comentário Login

Deixe um Comentário

Mais em Paralimpíada Todo Dia