Siga o OTD

Didi na NBA Pelicans

Basquete

Didi deixa Austrália para assinar com New Orleans Pelicans na NBA

Escolhido no draft de 2019, Didi, que estava jogando na Austrália, chegou a Nova Orleans para assinar contrato com os Pelicans

(NBAE/Getty Images)

Didi deixa Austrália para assinar com New Orleans Pelicans na NBA

Depois de dois anos defendendo o Sydney Kings, Didi Louzada se despediu do basquete australiano. O capixaba já está em New Orleans, onde se apresenta aos Pelicans para exames médicos e pode assinar contrato nos próximos dias com a franquia. O ala, 35ª escolha do NBA Draft de 2019, seguiu sendo monitorado pela equipe durante todo o período em que esteve atuando na NBL (liga da Austrália) e agora, em sua despedida de Sydney, se divide entre a gratidão à equipe, cidade e fãs, e a expectativa de jogar na NBA.

+Sem Varejão, Petrovic confirma a maior parte da lista do Pré-Olímpico

– Fui muito bem recebido na cidade, pela equipe e fãs, todos me trataram com carinho e respeito. Sou grato por tudo que aprendi, grato ao sr. Smith pela oportunidade de fazer parte da organização, por tudo que vivi em Sydney, e vou levar muitas boas lembranças comigo – disse Didi, se referindo a Paul Smith, proprietário da equipe. – Aproveitei cada momento e deixo muitos amigos. Esses dois anos foram importantes na minha evolução e no meu amadurecimento como homem e jogador. Hoje sou um jogador mais pronto, mais preparado para a NBA – completou Didi.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Na Austrália, Didi teve médias de 8,7 pontos, 3,2 rebotes e 1,8 assistências por jogo. Os Pelicans ocupam a 11ª posição na Conferência Oeste (25v32d), na briga por uma vaga nos Playoffs. Em 2019, o capixaba teve boas atuações disputando a Summer League em Las Vegas, chegando à semifinal da competição com médias de 11,0 pontos, 3,0 rebotes, 2,0 assistências e 1,5 roubos de bola, em 27 minutos. Em New Orleans, Didi pode voltar a atuar ao lado de outros escolhidos do NBA Draft 2019: Zion Williamson (número 1), Jaxson Hayes (8ª escolha) e Nickeil Alexander-Walker (17ª escolha).

Mais em Basquete