Siga o OTD

Basquete

Scott Machado renova com os Taipans e volta para a Austrália

Armador brasileiro fechou um contrato de dois anos para defender o Cairns na liga australiana de basquete

scott machado Cairns Taipans nbl
Scott Machado - Foto: Divulgação/Cairns Taipans

Depois de um desempenho estelar na última temporada da NBL (National Basketball League), na Austrália, Scott Machado buscou uma nova chance na NBA. Mas acabou que o armador brasileiro acertou seu retorno ao Cairns Taipans.

O novo contrato prevê dois anos para o armador de 30 anos. Ele não será o único brasileiro a jogar na principal liga de basquete da Austrália. Didi Louzada também se acertou com o Sydney Kings e jogará mais uma temporada por lá.

Scott Machado nasceu e começou a carreira pelos Estados Unidos, chegou à liga profissional pelos Rockets, transitou entre ela e a liga de desenvolvimento, e acabou indo para a Europa. “Virou o journey man“, diz, algo como “o viajante”. Andou por Rússia, Espanha, Alemanha, sempre jogando basquete.

Na última temporada, teve média de 16,6 pontos, 7,7 assistências e 3,9 rebotes em 31 jogos, e por pouco não foi nomeado o MVP da NBL. Porém, levou para casa a votação da Austrália, vencendo o Fan’s MVP antes de ser coroado MVP dos Taipans.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Scott Machado incendiou a liga e foi um grande componente do sucesso dos Taipans, trazendo seu calibre de NBA e um brilhante QI de basquete para o time.

scott machado Cairns Taipans nbl
(Twitter/Cairns Taipans)

Prestigiado

Com o seu retorno ao Cairns Taipans, Scott Machado volta a ser treinado por Mike Kelly, que nunca escondeu que manter o armador no time sempre foi uma prioridade bem antes do final da temporada passada.

“Scott foi grande para nós em todos os níveis no ano passado. Ele era tão importante fora da quadra, na quadra, no treinamento e em todos os lugares com o clube. É muito especial tê-lo de volta”, afirmou o treinador.

+ Brasil embarca para bolha da AmeriCup com 12 convocados

O armador conseguiu esmagar o recorde de assistências da NBL (na era de 40 minutos) – registrando 220 em 28 jogos da temporada regular. O recorde anterior era de 200 assistências, realizado por Cedric Jackson.

“Ele tem sido muito bom há muito tempo, ao longo de seu tempo na faculdade e também como profissional. Então, eu definitivamente tinha uma ideia de que ele seria bom na nossa liga, mas não sabia o quão bom ele seria ”, admitiu Kelly.

A NBL já teve alguns jogos de pré-temporada, mas a temporada regular ainda está sem data para começar.

Mais em Basquete

viagra