Siga o OTD

Basquete

Com 28 pontos, Damiris faz melhor marca dela na WNBA

Ala/pivô brasileira na vitória do Minnesota Lynx e fez história, alcançando a quinta maior pontuação de um atleta brasileiro no basquete dos EUA

Damiris - Minnesota Lynx - Lynx - WNBA
Damiris é a única brasileira na WNBA (Instagram/minnesotalynx)

A ala/pivô Damiris Dantas teve uma noite para guardar na memória nesta quarta-feira (2). Em um emocionante duelo entre Minnesota Lynx e Chicago Sky, a brasileira foi a grande estrela da partida. Com 28 pontos, ela fez a maior pontuação de sua carreira da WNBA, foi a cestinha do jogo e peça fundamental na vitória do Lynx pelo placar de 86 a 83.

Damiris foi, com sobra, a melhor em quadra. A segunda maior pontuadora de sua equipe foi Crystal Dangerfield, com 15 pontos, enquanto no Chicago, Allie Kigley marcou 23. E não foi “só” nisso que a brasileira brilhou. Ela terminou o jogo com 100% de aproveitamento na linha de 3 pontos, além de recuperar sete rebotes. Esta atuação a credencia ainda mais como favorita ao prêmio de jogadora que mais evoluiu na temporada.

+Corinthians confirma Demétrius como técnico e anuncia reforço

A marca de Damiris entra também para a históra com a terceira melhor marca de uma brasileira na WNBA e a quinta do Brasil no basquete dos EUA. Na liga feminina, Iziane Marques fez 32 pontos, em 2010, seguida de Janeth, que marcou 29 pontos em 2001. Na NBA, a melhor pontuação é de Leandrinho, com 41 pontos, na temporada 2008/2009, seguido de Nenê, com 30, na temporada 2013/2014.

E como se não bastasse, Damiris agora é a estrangeira com maior pontuação em toda a história do Lynx. Ela passou Svetlana Abrosimova que havia feito 27 pontos em duas oportunidades, em 2001.

Quanto à tabela da WNBA, o resultado, no entanto, não interferiu nas posições das duas equipes. O Minnesota Lynx chega a 12 vitórias em 17 jogos e segue na quarta colocação, garantido nos playoffs pela 10ª vez consecutiva. O Chicago Sky, por sua vez, conhece sua sétima derrota em 18 jogos, mas também se mantém na quinta colocação.

O Lynx volta à quadra já nesta sexta-feira (4), quando encara o oitavo colocado Dallas Wings, às 21h (de Brasíla). No mesmo dia, mas às 20h (de Brasília), o Chicago Sky também entra em ação e enfrenta o 10º colocado Washington Mystics.

O jogo

Minnesota Lynx - WNBA - Damiris
Lynx vai aos playoffs da WNBA pela 10ª temporada seguida (Instagram/minnesotalynx)

Com Damiris em quadra, o Lynx começou o duelo indo para cima, abrindo 8 a 0 nos primeiros minutos, com seis deles sendo de Crystal Dangerfield. Aos poucos, o Chicago Sky foi se encontrando e cortou a diferença no marcador, mas não conseguiu ficar a frente do placar em nenhum momento, encerrando o primeiro quarto em 28 a 24, com seis pontos da brasileira, em cinco minutos jogados.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NOINSTAGRAM E NO FACEBOOK

O Lynx voltou para o segundo período pressionando novamente e, liderado por Damiris e Napheesa Collier, abriu vantagem mais uma vez. Com metade da parcial completa, a diferença era de 11 pontos a favor do Minnesota, que seguia sólido em quadra. O Chicago tentava esboçar uma reação, mas não conseguia colar de fato no placar e acabou indo para o intervalo 10 pontos atrás: 50 a 40.

Damiris brilha

Assim como nas duas primeiras parciais, a terceira começou com o Lynx dominando as ações e aumentando a vantagem para 17 pontos. Damiris seguia em quadra contribuindo com pontos, rebotes ofensivos e defensivos. Na metade do período, o Chicago Sky reagiu novamente e conseguiu baixar a diferença para menos de 10 pontos. Mesmo assim, o Minnesota foi para o último quarto com oito pontos de vantagem, liderado por Damiris, que chegou a 20.

O começo do quarto período, no entanto, foi dramático para o Minnesota Lynx. Com quatro minutos jogados, o Chicago Sky cortou a diferença para um ponto e, na sequência, virou o jogo, passando a frente pela primeira vez. Mas a noite era de Damiris que companhia, que logo retomaram a liderança, com a brasileira chamando a responsabilidade.

Faltando 40 segundos para o fim, a diferença era de quatro pontos a favor do Lynx, quando Damiris cometeu falta. A vantagem caiu, então, para dois e a emoção foi até o último segundo. O Chicago roubou a bola, mas o Lynx roubou de volta e conseguiu decretar o triunfo.

Mais em Basquete

viagra