Siga o OTD

Basquete

Lynx cresce no 2º tempo e vence com Damiris decisiva no final

Assim como aconteceu na estreia, o time de Minnesota bateu o Connecticut Sun, por 78 a 69, e conquista a terceira vitória em quatro jogos na WNBA

O Minnesota Lynx, time de Damiris Dantas, conquistou sua terceira vitória em quatro jogos na WNBA. Neste sábado (1), a equipe da brasileira venceu novamente o Connecticut Sun. Se na estreia o êxito foi por 77 a 69, desta vez, a vitória foi por 78 a 69. A ala DeWanna Bonner, do Sun, foi a cestinha do jogo com 28 pontos. No Lynx, a armadora Crystal Dangerfield, a ala Napheesa Collier e a pivô Sylvia Fowles foram decisivas
Em jogo que nada dava certo, Damiris aparece no final com cinco pontos decisivos (Stephen Gosling/NBAE)

O Minnesota Lynx, time de Damiris Dantas, conquistou sua terceira vitória em quatro jogos na WNBA. Neste sábado (1), a equipe da brasileira venceu novamente o Connecticut Sun. Se na estreia o êxito foi por 77 a 69, desta vez, a vitória foi por 78 a 69. A ala DeWanna Bonner, do Sun, foi a cestinha do jogo com 28 pontos. No Lynx, a armadora Crystal Dangerfield, a ala Napheesa Collier e a pivô Sylvia Fowles foram decisivas.

+ Damiris reconhece papel no Lynx e espera fazer a diferença

Damiris não fez uma boa partida. No entanto, permaneceu em quadra por mais de 34 minutos e, na fase decisiva, correspondeu à confiança da técnica Cheryl Reeve com duas cestas que confirmaram a vitória. O placar marcava vantagem do Lynx por 69 a 65 quando a brasileira, depois de errar tudo que havia tentado no ataque, assumiu a responsabilidade e fez uma bola de três e depois anotou mais dois pontos, ampliando para 74 a 65.

+ Débora Costa teve propostas de times da WNBA, diz empresário

Na próxima rodada, Damiris e suas companheiras terão pela frente o New York Liberty na quarta-feira (5). No momento, o Minnesota Lynx ocupa a vice-liderança da WNBA, atrás apenas do Washington Mystics, que ainda não perdeu no torneio. Já o Connecticut Sun encara o Seattle Storm na terça-feira (4).

Resumo do jogo

Damiris Minnesota Lynx Connecticut Sun WNBA Brasileira
A brasileira Damiris não foi tão bem durante o jogo (Facebook/minnesotalynx)

Damiris fez um primeiro tempo apagado e, ofensivamente, bem abaixo em relação aos jogos anteriores. A brasileira terminou os 20 minutos iniciais zerada em pontuação e com três erros. No período inaugural, Minnesota Lynx e Connecticut Sun fizeram uma partida equilibrada e com ações ofensivas excessivamente individuais, já que somados deram só uma assistência e o passe decisivo veio do Lynx. A primeira pausa aconteceu com o Lynx em vantagem: 18 a 17.

+ Alana aceita desafio no exterior após experiência na seleção

No retorno para o segundo quarto, o time de Minnesota chegou a liderar por 22 a 17, porém, parou de jogar e viu o Sun crescer, virando e abrindo oito pontos de diferença: 34 a 26. Os dois times erraram muito, mas a equipe de Connecticut aproveitou melhor as falhas do adversário e continuou pontuando até finalizar o período em 42 a 35, com liderança de 25 a 17 na série. A ala Bonner, do Sun, foi o destaque dos primeiros 20 minutos com 18 pontos.

+ ‘Resolvi jogar mais um tempo pela seleção’, afirma Érika

O Lynx fez uma primeira etapa com um aproveitamento ofensiva baixo. A equipe de Damiris não anotou nenhuma bola de três pontos e apenas 36,4% de aproveitamento nos arremessos de quadra. O Sun apresentou um desempenho similar em bolas de dois pontos (36,7%), mas foi bastante superior no perímetro (42,9%). O Minnesota cometeu 11 erros contra nove do oponente e foi para o intervalo com sete pontos de desvantagem.

Lynx cresce no segundo tempo

Damiris Minnesota Lynx Connecticut Sun WNBA Brasileira
Damiris ficou em quatro por mais de 34 dos 40 minutos da partida (Instagram/Stories/minnesotalynx)

O segundo tempo mostrou um Lynx disposto a reagir. A equipe da brasileira subiu sua performance em todos os fundamentos ofensivos e algumas jogadoras cresceram. A armadora Dangerfield, a ala Collier e a pivô Fowles fecharam o terceiro quarto com 15 pontos cada uma. Apesar de Damiris seguir zerada, a franquia de Minnesota reduziu a desvantagem e passou à frente em bandeja de Dangerfield (53 a 51).

Pelos lados do Sun, Bonner terminou o terceiro período com 25 pontos, seguindo como maior pontuadora do embate. Mas a boa atuação da ala americana não foi o suficiente para a franquia de Connecticut seguir na dianteira, fechando os primeiros 10 minutos depois do intervalo com derrota por 61 a 60. Sem confiança e rendimento no ataque, Damiris passou a ser mais participativa nos rebotes, contribuindo com seis bolas recuperadas.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

A eficiência dos times caiu no último quarto, mas o Lynx continuou no controle do duelo. A melhora da equipe de Minnesota inibiu e intimidou o Sun, que já havia sido derrotado pelo mesmo rival na estreia da WNBA. Apesar do revés, Bonner fechou o duelo como cestinha, com 28 acertos. Pelos lados do Lynx, Fowles fez 21 e Dangerfield e Collier contribuíram com 17. Damiris deixou a quadra com cinco pontos, oito rebotes e três assistências.

Brasileira nas redes sociais

Mais em Basquete