Siga o OTD

Atletismo

Majambo #1: Bastidores da viagem de Daniel Chaves ao Quênia

Primeiro episódio da série Majambo, da ADIDAS, mostra os bastidores da ida de Daniel Chaves à “cidade dos campeões”, no Quênia

Majambo #1: Bastidores da viagem de Daniel Chaves ao Quênia

Em junho deste ano, o maratonista Daniel Chaves viveu um verdadeiro sonho. Antes de realizar uma das maiores metas da carreira, disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio, o brasileiro teve a oportunidade de passar cerca de um mês no Quênia, um dos países mais vitoriosos da maratona, aprendendo de perto a receita do sucesso na modalidade. E essa experiência única originou a série Majambo, da ADIDAS.

No primeiro de quatro episódios, Daniel Chaves conta um pouco dos bastidores dessa viagem ao Quênia, que durou 27 dias e já estava nos seus planos há algum tempo, inclusive com convites de ninguém menos que o amigos e atual bicampeão olímpico, Eliud Kipchoge.

“Eu já vinha cavando isso há algum tempo, mas nunca dava certo. Dois anos atrás, eu estava indo para o aeroporto, com as passagens compradas, mas a Confederação falou que não tinham conseguido reservar um hotel lá, então era melhor eu não ir. Foi uma grande decepção, mas ficou ainda mais marcado esse desejo de tentar de novo. E aí agora, com a Olimpíada, deu tudo certo”, contou o maratonista ao Olimpíada Todo Dia. 

+Conheça mais sobre a história de Daniel Chaves

O brasileiro ficou em um centro de treinamentos em Iten, a chamada “cidade dos campeões”, de onde saíram vários dos grandes nomes da maratona. Na nova rotina, Daniel Chaves precisou se adaptar à altitude do local e aos treinos cedo, às 6h, ainda no escuro. 

“Eu acordava às 5h todo dia, porque o treino começava às 6h. Os treinos curtos eram na cidade mesmo e os longos em um lugar mais plano, a 20 minutos de lá. Eu ia com uma lanterna pelas ruas de terra até o local para esperar o transporte, porque não tem iluminação, só na via principal. Voltava umas 8h30 e tomava café. À tarde tinha outra sessão de treino e depois jantava e dormia”. 

Por trás do Majambo

Daniel Chaves passou 27 dias no Quênia (Instagram/danichavesrun)

Um dos pontos principais do Majambo, termo que será explicado com mais detalhes nos próximos episódios, é a corrida em grupo. No Quênia, os atletas não têm o hábito de correr sozinhos. Geralmente, estão sempre acompanhados de uma pequena ou grande quantidade de pessoas. No caso de Daniel Chaves, os grupos variavam e chegaram a ter 40 integrantes. 

A alimentação também foi um ponto chave para o brasileiro nestes bastidores da série. Consumindo alimentos simples, produzidos no Quênia pelos próprios moradores da região, Daniel conta que chegou, então, ao seu menor peso. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

“Passei os 27 dias na alimentação deles, que é muito pura, sem aditivos, quase não se vê açúcar… Eu nunca tinha ficado tão magro! Cheguei a 59kg, normalmente ficava em 62kg… Então eles têm esses recursos naturais, produzem tudo e isso foi uma das coisas que me fez muito bem e que faz bem para eles também”. 

Momento único 

O acesso a materiais esportivos no Quênia ainda é bastante precário. E um dos momentos mais marcantes para Daniel Chaves foi quando eles distribuíram tênis da ADIDAS para os moradores de Iten. 

Daniel Chaves - Majambo
Momento mais especial da viagem de Daniel Chaves (Fábio Seixas)

“Levei três malas lotadas de tênis para doar e ver o sorriso da galera foi genial. Para mim foi o melhor dia no Quênia! A felicidade deles, queriam tirar foto… Conseguimos levar uns tênis mais caros, com placa de carbono, e eles não conseguiam acreditar que eu estava dando aquilo. Eles não acreditavam, porque ninguém faz isso ali. Então isso fez toda a diferença”

No próximo episódio… 

No segundo episódio da série Majambo, Daniel Chaves conta mais sobre o sonho que tinha de conhecer o Quênia e aprender com os melhores e relembra as dificuldades da carreira para chegar até aqui. O filme será lançado no próximo domingo (14), às 18h!

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Atletismo