Siga o OTD

Atletismo

Tainara Mees e Enzo Barros vencem os 100 m do Brasileiro sub-18

A catarinense e o paulista foram alguns dos destaques da segunda etapa da competição que acontece em São Paulo

Tainara Mees e Enzo Barros vencem os 100 m do Brasileiro Sub-18
(Carol Coelho/CBAt)

A catarinense Tainara Mees (AA Itapiranga-SC) e o paulista Enzo Barros (LUASA-SP) são os atletas mais rápidos do Campeonato Brasileiro Sub-18 de Atletismo. Eles venceram na tarde fria desta sexta-feira (27) as provas dos 100 m, no Estádio do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, na Vila Clementino, em São Paulo.

Com vento contra de 1.8, Tainara confirmou seu favoritismo ao completar a distância em 12.09. Descendente de alemães, a atleta de 16 anos comemorou bastante o resultado. “Sabia que tinha condições de lutar pela vitória. Competi tranquila e repeti meu recorde pessoal”, lembrou a atleta, que disputa a partir deste sábado (28/8) as sete provas do heptatlo. “Até o Brasileiro Sub-20 deste ano, a minha prova principal era o salto em distância”, afirmou a ex-jogadora de futsal, que começou no atletismo ao participar dos Jogos Escolares de Santa Catarina, em 2018.

Suellen Vitoria Silva de Sant’Anna (Associação Fortes e Velozes-RJ) ficou em segundo lugar, com 12.40, seguida de Nicole Braz Domene (IPEC-PR), com 12.46.

+ Assista ao vivo: atletismo nos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020

Na prova masculina, Enzo Barros também era apontado como favorito para o ouro no Campeonato Brasileiro Sub-18 de Atletismo. Com vento contra de 1.5, ele obteve a marca de 10.96. “Apesar de não ter melhorado meu PB, que é de 10.62, fiquei feliz e bem satisfeito com o título”, disse o velocista de 17 anos, nascido em Taubaté. “Espero conseguir um resultado melhor no Sul-Americano”, completou o Enzo Barros, qualificado para representar o Brasil na competição continental, nos dias 25 e 26 de setembro, na cidade de Encarnación, no Paraguai.

Olamipo Breno Ladipo (IEMA-SP) terminou em segundo lugar, com 11.06, seguido de Thamer Moreira Alves Villar (CAES-ES), com 11.10 – é companheiro de treinamento de Paulo André Camilo de Oliveira, pentacampeão dos 100 m do Troféu Brasil.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Outro destaque da tarde desta sexta-feira foi o catarinense Juan Anding (Corville), que ganhou ouro no arremesso do peso, com o recorde pessoal de 17,02 m. Aos 16 anos, o atleta nascido em Joinville tem o sonho de seguir os passos de Darlan Romani, também catarinense, quarto colocado no Mundial de Doha-2019 e dos Jogos Olímpicos de Tóquio. “Tenho até uma foto com ele”, lembrou o atleta, que começou no atletismo em 2017 no lançamento do disco. “Ele é meu espelho e minha referência.”

Vitor Dias de França Baptista (APCEF-MG) garantiu a prata, com 16,63 m, e Adrian Cristian Martins de Oliveira (Clã Delfos-MG) ficou com o bronze, com 15,90 m – os dois também com recordes pessoais.

A paranaense Gabriela de Freitas Tardivo (IPEC-PR), de 17 anos, venceu os 1.500 m, confirmando a sua condição de atleta diferenciada, com 4:42.24. Já qualificada para duas provas no Campeonato Pan-Americano Sub-20 do Chile, ela disputará ainda os 3.000 m. “Gostaria de ter feito um tempo melhor, mas não deu. Estou feliz com mais uma medalha na minha despedida nesta temporada do Sub-18”, disse a atleta, treinada por Cristiano Ribeiro.

+ RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Helena Mees Valério (PM São José Pinhais-PR) terminou em segundo lugar, com 4:46.46. Caroline de Oliveira Gomes (Memorial-SP) ficou na terceira colocação, com 4:53.08.

Outro destaque paranaense foi Matheus Aparecido de Barros (ASEMPAR/Paranavaí-PR), de 16 anos, que venceu o salto em distância, com 7,51 m (2.3), mas comemorou mesmo foi o seu salto de 7,49 m (0.2) que teve vento válido e é índice para o Campeonato Pan-Americano Sub-20, de 22 a 24 de outubro, no Chile. “Foi satisfatório por causa do índice. Estou bem contente porque já estava tentando havia seis competições”, disse Matheus. A medalha de prata ficou com Eron de Araújo (APA-SP), com 7,15 m (1.4), e Vinícius Klein de Freitas (Acarisul-SC) com o bronze, com 6,97 m (1.8).

Mais em Atletismo

viagra