Siga o OTD

Thiago Braz Etapa de Mônaco da Liga Diamante Salto com Vara Mônaco

Atletismo

Thiago Braz salta 5,70 m na Sérvia e ganha sua segunda medalha em 2021

Brasileiro Thiago Braz ficou empatado com o polonês Piotr Lisek na segunda colocação, mas muito atrás de Mondo Duplantis, que venceu com 6,10 m

Thiago Braz salta 5,70 m na Sérvia e ganha sua segunda medalha em 2021

Não foi a melhor marca (5,80 m) de Thiago Braz, muito menos chegou perto do recorde de 6,03 m obtido quando ele se sagrou campeão olímpico de salto com vara em 2016. Mas os 5,70 m saltados no meeting indoor da Sérvia deu para o brasileiro a medalha de prata. É o segundo pódio dele em quatro competições disputadas na temporada.

Thiago Braz terminou empatado com o polonês Piotr Lisek na segunda colocação, mas muito atrás do recordista mundial do salto com vara, o sueco Mondo Duplantis, que sobrou na competição e alcançou 6,10 m, apenas 5 cm abaixo da melhor marca da história, obtida em setembro do ano passado.

Para alcançar a medalha de prata, Thiago Braz começou saltando de primeiro 5,50 m. Depois, passou direto para 5,70 m, altura em que precisou de duas tentativas para ultrapassar o sarrafo.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Em 5,80 m, quando tentou igualar sua melhor marca do ano, Thiago Braz errou três vezes, do mesmo jeito que Piotr Lisek. Já Duplantis não tomou conhecimento dos adversários.

O sueco até errou a primeira tentativa a 5,60 m, marca em que começou a prova, mas passou de primeira por 5,80 m, 6,00 m e 6,10 m. Foi então que Mondo Duplantis resolveu tentar bater o recorde mundial.

O sarrafo foi colocado a 6,19 m. O jovem sueco de apenas 21 anos, no entanto, errou as duas primeiras tentativas e, com a medalha de ouro mais que assegurada com 40 cm de diferença para o segundo colocado, desistiu da terceira.

Antes do meeting indoor da Sérvia, Thiago Braz foi medalha de bronze no meeting indoor de Lodz, na Polônia, onde alcançou sua melhor marca na temporada até agora: 5,80 m.

Mais em Atletismo