Siga o OTD

maratona de valência índice olímpico

Atletismo

Sem índice olímpico para o Brasil na Maratona de Valência

Apenas Ederson Vilela Pereira chegou perto da marca necessária na disputa que reabriu a janela para conseguir vaga para Tóquio-2020 na modalidade

(Reprodução/valenciaciudaddelrunning.com)

Sem índice olímpico para o Brasil na Maratona de Valência

A janela para a obtenção do índice olímpico no atletismo para Tóquio-2020 foi reaberta e a Maratona de Valência, na Espanha, marcou a primeira grande chance para quatro brasileiros. Contudo, nenhum deles atingiu a marca necessária para garantir vaga nos Jogos do Japão.

Ederson Vilela Pereira, o único representante na prova masculina, foi o que mais se aproximou do índice olímpico da maratona. Em Valência, ele cravou 2h13min15s, terminando no 54º lugar.

Para os homens, a marca necessária é de 2h11min30s. Ou seja, Ederson Vilela Pereira ficou a um minuto e 45 segundos de garantir a presença em Tóquio-2020.

Feminino

No feminino, o Brasil teve três representantes na Maratona de Valência. Valdilene dos Santos Silva, Andreia Aparecida Hessel e Adriana Aparecida da Silva ficaram bem longe do índice olímpico, que é de 2h29min30s para as mulheres.

Valdilene dos Santos Silva terminou no 125º lugar e fechou a prova com 2h45min13s. Andreia Aparecida Hessel foi a 119º lugar, com a marca de 2h37min04s, enquanto Adriana Aparecida da Silva fez 3h05min56s e terminou no 132º lugar.

O quarteto brasileiro ainda terá mais chances de conseguir o índice olímpico. E nunca é demais ressaltar que, até agora, dois atletas estão qualificados, ambos no masculino: Paulo Roberto de Almeida Paula e Daniel Chaves. O Brasil pode ter até três representantes em cada naipe.

maratona de valência índice olímpico
A queniana Peres Jepchirchir venceu a prova feminina (Reprodução/valenciaciudaddelrunning.com)

Na ponta da prova

No feminino, a queniana Peres Jepchirchir quebrou o recorde da prova com seus 2h17min16s e ficou com a vitória. O pódio feminino foi completado pela queniana Joyciline Jepkosgei (2h18min40s) e por Helalia Johannes, da Namíbia) (2h19min59s). No total, 61 corredoras alcançaram o índice olímpico.

A vitória no masculino ficou com o queniano Evans Chebet, que fez a marca de 2h03min00s. O também queniano Lawrence Cherono (2h03min04s) foi o segundo e o etíope Birhanu Legese (2h03min16s) o terceiro. Além deles, outros 30 atletas completaram a prova abaixo de duas horas e 10 minutos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A Maratona de Valência teve a participação de cerca de 300 atletas, todos de elite, por causa das restrições causadas pela pandemia. Os corredores da prova de 42,195 km fizeram duas voltas num circuito de pouco mais de 21 km.

Mais em Atletismo