Siga o OTD

Olimpíada

Giullia Penalber assume o 5º lugar no ranking mundial de Wrestling

Com a colocação no ranking, a brasileira pode ser cabeça de chave no qualificatória mundial, sua última chance de ir aos Jogos Olímpicos de Tóquio

Giullia Penalber subiu no ranking mundial e quer ir aos Jogos de Tóquio
Giullia Penalber tem apenas mais uma chance de ir aos Jogos de Tóquio (Foto: Divulgação)

A United World Wrestling divulgou nesta quarta-feira (1) o ranking atualizado do wrestling feminino. Após se sagrar campeão pan-americana, Giullia Penalber assumiu a quinta colocação da categoria até 57kg e pode ser cabeça de chave no qualificatória mundial, última chance de conquistar a vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

“Fiquei muito feliz em saber que fui para quinto lugar no ranking mundial e vejo como uma consequência de todo trabalho realizado até aqui. De certa forma esse resultado mostra que devo seguir acreditando e trabalhando, pois até pouco tempo não imaginava que fosse conseguir alcançar essa posição por agora, provando para mim mesma que estou cada vez mais próxima do meu objetivo”, afirmou Giullia.

O torneio classificatório para os Jogos de Tóquio estava previsto para acontecer em maio, mas em virtude da pandemia do coronavírus foi adiado e ainda não possui data para ser realizado. Giullia poderia ter assegurado a vaga na seletiva pan-americana, mas caiu no “grupo da morte” e não obteve êxito na missão.

Decepção na seletiva das Américas

No Pan-Americano, que antecedeu em uma semana a seletiva olímpica, Giullia Penalber conquistou a primeira medalha de ouro da carreira na competição continental. Em 2019, a atleta já havia subido ao pódio nos Jogos Pan-Americanos de Lima, com a medalha de bronze, além de ter sido a melhor atleta brasileira no Campeonato Mundial de 2019, em Astana, no Cazaquistão, com um oitavo lugar, a uma vitória da classificação aos Jogos de Tóquio.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

O ranking da categoria até 57kg é liderado pela japonesa Risako Kawai, seguido pela nigeriana Odunayo Adekuoroye, e tem Iryna Kurachkina, de Belarus, na terceira colocação. A chinesa Ningning Rong aparece na quarta colocação.

Mais em Olimpíada