Siga o OTD

Vôlei

Presidente da comissão de atletas, Giba comemora trabalho

Divulgação

Considerado um dos melhores jogadores da história do vôlei mundial, Giba, dono de três medalhas olímpicas, uma delas de ouro, é, hoje, presidente da Comissão de Atletas da Federação Internacional de Vôlei (FIVB). No cargo, o ex-jogador tem acompanhado de perto as etapas da Liga das Nações, torneio criado esse ano pela entidade para substituir a Liga Mundial, torneio que o próprio Giba ganhou oito vezes. Ele explica a nova fase da vida:

” Estou do outro lado, é maravilhoso, um aprendizado, na parte comercial e de marketing. Entender tudo. Quando o atleta chega no ginásio, está tudo bonito, tudo certo, mas agora estou entendendo o que foi feito para chegar nisso”, disse o campeão olímpico.

Perguntado se, no caso do título brasileiro, a seleção seria decacampeão ou campeão pela primeira vez do torneio, ele foi direto:

“O formato da Liga Mundial não existe mais, a Liga está em um modo muito bom, claro que tudo que é novo é difícil, mas estamos estudando, eu tomando conta dos atletas. Então será um campeão, e não um deca” – disse.

A seleção brasileira foi campeã da Liga Mundial em 1993, 2001/03/04/05/06/07/09/10, mas o torneio foi substituído pela Liga das Nações, torneio que está, neste ano, na primeira edição.

Morando na Polônia, Giba aproveitou para cutucar o governo brasileiro:

“Está sendo muito gratificante ver como a Polônia trabalha o esporte nas escolas. E isso é até uma crítica ao governo brasileiro, que quer tirar o dinheiro do esporte, quando o mundo inteiro está colocando dinheiro no esporte” – disse.

Na carreira, Giba conquistou a medalha de ouro olímpica em Atenas 2004, além das pratas em Pequim 2008 e Londres 2012. Foram, ainda, três títulos em Campeonatos Mundiais, 2002/06/10, dois títulos da Copa do Mundo, 2003 e 2007, e o ouro nos Jogos Pan-Americanos de 2003.

Mais em Vôlei