Siga o OTD

Vôlei de Praia

Brasil avança com duas duplas no Mundial Sub-19 em Nanquim

O Brasil seguirá a disputa do Campeonato Mundial sub-19 de vôlei de praia em Nanquim (CHN) com duas duplas, uma em cada naipe. Após a fase de qualificação, nesta terça-feira (10.07), as outras duas equipes brasileiras inscritas na competição não conseguiram avançar para o torneio principal.

No qualificatório feminino Maria Luiza/Cristiele foi superada por Munar/Gonzalez (ESP) por 2 sets a 1 (7/21, 21/19 e 15/5). Entre os rapazes Lucas Sampaio e João Pedro passaram por Jimenez/Seminario (PER) por 2 sets a 0 (21/10 e 21/10) na primeira rodada, mas acabaram sofrendo o revés para Pavliuk/Sviridov (UCR) por 2 sets a 1 (21/15, 17/21 e 15/17).

A partir desta quarta-feira (11.07) começa a chave principal. Gabrial Zuliani/Gabriel Pìsco encaram Shekinov/Veretiuk (RUS) na primeira rodada do grupo B. Entre as meninas Thamela/Anne Karolayne estreia contra Munar/Gonzalez (ESP).

O Brasil conquistou sete medalhas de ouro (quatro no feminino e três no masculino) no torneio. O primeiro foi no Mundial, na Grécia, em 2002, quando a competição ainda era Sub-18. Ian Borges e Pedro Solberg foram os vencedores. Em 2005, na França, Carol Aragão conquistou o outro título mundial, ao lado de Bárbara Seixas.

Em 2013, Duda e Tainá levaram o troféu em Portugal. No ano seguinte, novamente Duda, desta vez ao lado de Andressa, ficou com o ouro, assim como Arthur Lanci/George, fazendo a dobradinha também em Portugal. Na última edição, em Larnaka, no Chipre, em 2016, as duplas brasileiras também chegaram ao topo do pódio. No feminino Victória/Duda levaram o ouro, enquanto Renato/Rafael venceram no masculino.

Mais em Vôlei de Praia