Siga o OTD

Vôlei

Em Minas, Sada Cruzeiro vence o Sesc pela Superliga masculina

Partida antecipada da sétima rodada, devido a participação do time mineiro no Mundial de Clubes, terminou em três sets a zero

Cachopa e Facundo, do Sada Cruzeiro, na Superliga masculina de vôlei
Cachopa (14) cumprimenta Facundo (Agênciai7/Sada Cruzeiro)

Em partida antecipada pela sétima rodada da Superliga masculina de vôlei 2019/2020, o Sada Cruzeiro (MG) levou a melhor sobre o Sesc-RJ na noite desta quarta-feira (27), no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

Em casa, a equipe mineira venceu por 3 sets a 0 (25/17, 25/21 e 25/20), com boa atuação do ponteiro Facundo Conte, maior pontuador do jogo, com 14 acertos (12 de ataque, um de saque e um de bloqueio).

O confronto foi antecipado devo a participação do Sada Cruzeiro no Campeonato Mundial de Clubes, que será realizado na próxima semana, entre os dias 3 e 8 de dezembro, em Betim (MG). O time mineiro será o representante brasileiro na competição.

Facundo, do Sada Cruzeiro, na Superliga masculina de vôlei
Facundo fez 14 pontos para o Cruzeiro (Agênciai7/Sada Cruzeiro)

+ TABELA, RESULTADOS E AGENDA DA SUPERLIGA

Cachopa

Nesta noite, a equipe comandada pelo técnico Marcelo Mendez contou com grande atuação do levantador Fernando Cachopa, que foi eleito, por votação popular, o melhor da partida. Premiado com o Troféu VivaVôlei, o jogador do Sada Cruzeiro e da seleção brasileira comemorou o resultado positivo na Superliga masculina.

“Nos preparamos para uma partida dura, que de fato foi, mas nosso jogo de forma coletiva saiu muito bem hoje. Todos jogaram bem e esse troféu vai para um só, mas cada um tem uma participação nisso. O jogo saiu com alguns erros, mas é normal. Ainda estamos em evolução, construindo um caminho longo, mas estamos colhendo bons frutos já”, disse Fernando, que complementou.

“Conseguimos ganhar de uma grande equipe, mas já tem outro jogo duro contra o time de Campinas, que vai ser difícil, mas precisamos continuar evoluindo e jogando bem. É essencial chegar com confiança na próxima semana porque vamos enfrentar alguns dos melhores tomes do mundo”, analisou o levantador do Sada Cruzeiro.

+INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

“Temos de rever”

Pelo Sesc-RJ, o ponteiro Maurício Borges também falou sobre a partida. “Nós jogamos de uma forma que não condiz com o nosso jogo. Temos que rever tudo que foi feito, o que não temos colocado em prática e ir para cima no próximo jogo. Vamos estudar os nossos erros e buscar novamente o caminho da vitória”, concluiu Borges.

O Sada Cruzeiro volta à quadra pela Superliga no próximo sábado (30), quando receberá o Vôlei Renata (SP) para a partida que será realizada às 17h, novamente no Riacho. O Sesc RJ segue enfrentando adversários mineiros e, no mesmo dia, jogará contra o Fiat/Minas (MG), na casa do adversário, às 21h30.

Mais em Vôlei