Siga o OTD

Vôlei

Em jogo duro, Brasil bate Irã e segue invicto na Copa do Mundo

Seleção vence Irã por 3 sets a 1 em uma partida disputadíssima, mantém invencibilidade e campanha quase perfeita na Copa do Mundo de vôlei masculino; destaque para Leal e Alan

Brasil na Copa do Mundo de vôlei masculino
Divulgação/FIVB

Cinco jogos e cinco vitórias! A campanha da seleção brasileira masculina de vôlei na Copa do Mundo do Japão é quase perfeita – perdeu apenas dois sets na competição. Único invicto do torneio, neste domingo (06), o grupo dirigido pelo técnico Renan Dal Zotto assegurou a vitória em um jogo muito difícil contra o Irã por 3 sets a 1  (parciais de 25/27, 25/21, 27/25 e 25/22) na cidade de Nagano. No Brasil, destaques para Leal e Alan – com 16 pontos cada.

+ INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Nas quatro primeiras rodadas, o Brasil já havia derrotado o Canadá, a Austrália, o Egito e a Rússia. Com a vitória de hoje, a equipe chega a 15 pontos e lidera a tabela entre as 12 seleções participantes.

A seleção brasileira já volta à quadra na próxima quarta (09) para enfrentar a Argentina. A partida será às 2h (horário de Brasília). Esse será o sexto jogo e primeiro da delegação do Brasil em Hiroshima. Depois, a Seleção encara: Estados Unidos, Tunísia, Polônia, Japão e Itália.

+ CONFIRA A TABELA DA COMPETIÇÃO

O JOGO

Primeiro set disputadíssimo. O Brasil saiu na frente com o Irã sempre empatando. Maurício Souza marcou e Lucão abriu dois pontos de diferença: 7 a 5. Yali marcou e voltou a empatar o jogo. O jogo era lá e cá. No erro da Seleção, o Irã abriu dois de vantagem. Leal chegou a empatar: 13 a 13. Mas o Brasil perdeu o controle e viu o adversário abrir três. Renan Dal Zotto pediu tempo e deu o recado: “O passe não está legal”. O Brasil viu o toque na rede de Leal dar o set point para o Irã, que fechou 27 a 25.

A segunda parcial foi a mais “tranquila” para a Seleção. Lucão abriu o placar para o Brasil, mas foram os iranianos que logo assumiram a vantagem. Leal deixou tudo igual. Com a invasão de Yali, o Brasil chegou a três na frente: 8 a 5. “Forte a cada ponto”, disse Bruninho aos companheiros no tempo técnico. Com a confiança, a equipe brasileira abriu oito pontos de diferença. O Irã encostou, mas com Alan ficou tudo igual 1 a 1 e 25 a 21 para o Brasil no segundo set.

O Irã não dava sossego. O jogo era muito acirrado e na primeira parada técnica o Brasil liderava por 8 a 7. Leal jogou tentou uma bomba, mas viu a bola ir pra fora e o Irã empatar: 15 a 15. Esfandiar e Yali lideravam a equipe adversaria. Mas Bruninho levantou para Lucarelli, que trouxe novamente a igualdade para o placar. O Irã teve o set point e desperdiçou. Com o bloqueio de Flávio o Brasil tentou. Mas foi Lucarelli que definiu a terceira parcial: 27 a 25 e 2 sets a 1 para o Brasil.

O Brasil não começou bem o quarto set. Yali ia explorando o bloqueio brasileiro, mas Alan foi decisivo e empatou. No segundo toque de Lucarelli e na invasão do Bruninho, o Irã abriu três pontos de diferença. Flãvio trouxe a igualdade para o placar novamente: 14 a 14, que manteve tudo parelho até 17 a 17. Depois, o Brasil assumiu a dianteira e abriu dois: 20 a 18. Alan marcou e no erro de Yali o Brasil fechou 25 a 22 e 3 sets a 1.

A Copa do Mundo é a quinta competição da seleção brasileira masculina nesta temporada 2019. Antes, o Brasil disputou a Liga das Nações, os Jogos Pan-Americanos, o Pré-Olímpico e o Campeonato Sul-Americano.

Mais em Vôlei