Siga o OTD

Vôlei

Com definição no tie-break, Sesc bate Fluminense e leva o Carioca

Com Kosheleva brilhando, Sesc-RJ faz 3 sets a 2 no Fluminense e conquista mais um título estadual

Reprodução/Instagram

Em uma partida emocionante e cheia de reviravoltas, o Sesc-RJ conseguiu virar para cima do Fluminense e sagrou-se campeão Carioca de vôlei feminino. Pelo placar de 3 sets a 2 (25/21, 23/25, 16/25, 25/19 e 15/13), as comandadas de Bernardinho mostraram um enorme poder de reação e saíram de quadras vitoriosas, em partida realizada na noite desta segunda-feira (12).

Kosheleva foi o grande nome das campeãs. A russa, mesmo fora de ritmo, comandou a virada no quinto set e foi decisiva para o título. Destaques também para Kacyele, que entrou e mudou o quarto set, e para Juciely, que mostrou que não pode ficar de fora da equipe.

Do lado derrotado, Joycinha e Thaisinha foram as principais pontuadoras. Lara começou bem, mas foi sumindo no decorrer da partida. Giovanna foi irregular nos levantamentos e chegou a ser substituída.

A recepção das duas equipes pesou demais no resultado da partida. Gabiru começou bem pelas campeãs, mas foi piorando. Sassá fez uma boa partida. Mas no momento crucial da partida, quando o placar mostrava 11 a 11 no 5º set, a recepção do Flu desabou e definiu a derrota da equipe.

+ CONFIRA A TABELA DO CAMPEONATO

O jogo

Como já era esperado, a partida começou muito disputada. Nenhuma das equipes conseguia abrir vantagem no placar. Todo ponto adversário tinha uma resposta imediata. E assim seguiu a primeira etapa. Até que, após a igualdade em 20 a 20, o Fluminense se afundou em erros bobos. Erros no ataque, na recepção e no levantamento. O Sesc-RJ agradeceu, fez 25 a 21 e levou a primeira parcial. Para se ter uma ideia, o time tricolor teve 10 erros no 1º set, o dobro do Sesc-RJ.

Diferentemente da primeira parcial, o Flu não se abateu e voltou melhor. Com Joycinha e Thaisinha pontuando bem, o time conseguiu abrir uma boa vantagem, chegando a liderar por 15 a 11. Mas, de novo, o Fluminense voltou a falhar na hora de seguir à frente e deu brecha para o Sesc-RJ reagir. Monique foi uma boa válvula de escape e recolocou o time na disputa do 2º set. Contudo, Gabiru errou seguidas vezes na recepção e o time do Flu confirmou o empate em 1 a 1: 25 a 23 no 2º set.

E se o Fluminense não sentiu a derrota no primeiro set e voltou bem para a segunda parcial. O mesmo não se pode falar do Sesc-RJ no 3º set. Com muitas dificuldades na recepção e na virada de bola, o time foi uma presa fácil. Em determinado momento, o Flu chegou a abrir 20 a 8 no placar. Tudo dava certo para o tricolor, enquanto nada funcionava para o time de Bernardinho e companhia. Não fosse a instabilidade que volta e meia atinge o time, o Fluminense teria vencido mais fácil ainda, mas o placar de 25 a 16 ficou de ótimo tamanho.

Na quarta parcial, Bernardinho manteve Juciely, tirou Kacyele e colocou a dominicana Peña. O Sesc-RJ cresceu demais na partida e liderou boa parte da parcial, com o Flu seguindo de pertinho. Até que o time conseguiu o empate em 18 a 18. Bernardinho pediu um tempo e colocou as coisas no lugar. Na sequência, Peña pontuou. Depois, Kacyele entrou, marcou dois aces, fez um estrago na recepção do Flu e definiu o 4º set: 25 a 19.

E de cara, o time tricolor abriu 4 a 1 no set decisivo, com quatro pontos de Letícia. Mas a equipe do Sesc conseguiu o empate e voltou para o jogo. A tensão era grande demais. Os dois times demonstravam o enorme nervosismo na recepção. E no final das contas, a recepção do Flu fraquejou, Kosheleva fez os dois últimos pontos e confirmou mais um título para o Sesc-RJ no Carioca de vôlei feminino.

Mais em Vôlei