Siga o OTD

Tiro Esportivo

Júlio Almeida supera Felipe Wu na pistola de ar do Brasileiro

Júlio Almeida supera medalhista olímpico Felipe Wu e é campeão da prova de pistola de ar no Campeonato Brasileiro de tiro esportivo

O principal destaque do terceiro dia do Campeonato Brasileiro de Carabina, Pistola e Rifle, que está sendo disputado em Deodoro, no Rio de Janeiro, foi o atirador Júlio Almeida, que foi o campeão da prova de pistola de ar, superando Felipe Wu, que ficou com a medalha de ouro. Quem também brilhou foi Cássio Rippel, que tinha sido campeão na véspera da carabina três posições e ganhou a carabina deitado neste sábado.

Na pistola de ar, Julio Almeida somou 575 pontos contra 572 de Felipe Wu. O vencedor da prova abriu grande vantagem sobre o medalhista olímpico nas três primeiras rodadas de tiro, que foram fundamentais para que ele assegurasse o título de campeão brasileiro.

Na primeira rodada, os dois mostraram que brigariam pela medalha de ouro. Júlio Almeida fez a maior pontuação, 99, contra 96 de Felipe Wu. Na segunda tentativa, no entanto, Wu despencou. Com apenas 92 pontos, chegou a 188 e caiu para o quinto lugar, enquanto Júlio seguia na liderança com 194 pontos, um a mais do que Phillipe Severo, três na frente de Claudinei Severo e quatro acima de José Carlos Iengo Batista.

Na terceira rodada, Felipe Wu voltou a ir mal. Fez 95 pontos e não saiu da quinta colocação com 283 pontos, enquanto Júlio Almeida, com mais 98 somados, chegou a 292 e mantinha a liderança isolada.

Só foi na quarta rodada que Felipe Wu conseguiu fazer mais pontos do que Júlio Almeida (95 a 93), mas foi insuficiente para tirá-lo do quinto lugar. Stenio Yamamoto e José Carlos Iengo Batista fizeram as melhores pontuações, 97, e chegaram empatados ao segundo lugar com 382, apenas três atrás do líder. O quarto lugar era de Phillipe Severo com 380.

Depois da quinta rodada, em que Júlio Almeida fez 93 pontos, a situação ficou mais parelha. Ele continuava na liderança com 478 pontos, mas seguido de perto por Phillipe Severo, que subiu para a vice-liderança com 475. Stenio Yamamoto e José Carlos Iengo Batista dividiam a terceira colocação com 474, enquanto Felipe Wu era o quinto com 473 ao lado de Claudinei Pacheco.

Na última e decisiva rodada, Felipe Wu fez sua melhor marca. Somou 99 pontos, que lhe fizeram subir do quinto lugar para terminar com a medalha de prata. Com a performance, ele chegou a 572 pontos, ultrapassando Stenio Yamamoto, que fez 96 e terminou em terceiro com 570 pontos, Phillipe Severo, que terminou em quarto com 567 pontos, e José Carlos Iengo Batista, que fez somente 90 pontos na sexta rodada e despencou do terceiro para o oitavo lugar. O desempenho só não foi suficiente para passar por Júlio Almeida, que marcou 97 pontos para ficar com o título, totalizando 575. Antes de conquistar o título da pistola de ar, ele foi campeão no primeiro dia do Brasileiro da prova de pistola de tiro rápido.

Na versão feminina da pistola de ar, Roberta Wandermuren foi a medalha de ouro com 377 pontos. Rachel Silveira terminou em segundo com 373 e Ana Luiza Ferrão foi a terceira com 363. Já na carabina deitado, Cássio Rippel foi o campeão no masculino com 591 pontos, mesma pontuação de Leonardo Moreira, que ficou com a medalha de prata por conta dos critérios de desempate. Em terceiro lugar ficou Bruno Heck, que somou 588 pontos. Na prova feminina, Monica Hermes foi a medalha de ouro com 581 pontos, quatro a mais do que Rosane Budag e cinco na frente de Raquel Gomes.

Clique aqui e confira todos os resultados da competição

Mais em Tiro Esportivo