Siga o OTD

Tênis de Mesa

Calderano sobe para 17º e volta a melhor posição no ranking

Divulgação

Mesatenista brasileiro, Hugo Calderano, abre nova temporada internacional como latino-americano melhor colocado da história.

O mesatenista Hugo Calderano começou 2018 com uma ótima notícia: saltou 14 postos para assumir a 17ª posição do ranking mundial, igualando a melhor marca histórica da América Latina na lista, alcançada por ele próprio em fevereiro do ano passado.

O avanço se explica pelo novo sistema de ranqueamento da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), que teve duas grandes mudanças. A primeira é que a pontuação se dará exclusivamente pela fase alcançada em cada competição, em modelo similar ao aplicado no tênis.

Até então, o atleta também ganhava ou perdia pontos de acordo com a colocação do seu adversário. Em caso de vitória, somava mais quanto maior fosse o ranking do rival. A lógica era invertida nas derrotas: quanto menor a posição do algoz, mais pontos eram debitados.

Além disso, agora serão levados em consideração os oito melhores resultados de cada atleta no período de 12 meses – a exceção é o Mundial, cujas duas últimas edições contam na pontuação. Antes, não havia esta seleção, valendo todos os eventos disputados ao longo do último ano.

“Ainda é cedo para dizer, mas acho que as mudanças no ranking serão positivas para mim e para os jogadores mais jovens em geral. O ranking vai ficar mais dinâmico e quem jogar mais durante o ano vai ser beneficiado”, analisou o carioca de 21 anos.

Hugo alcançou importantes feitos em 2017. No Circuito Mundial, foram cinco medalhas: ouros individual e de duplas no Aberto do Brasil, prata nas duplas na etapa húngara e bronzes individual e de duplas na República Tcheca. Além disso, foi campeão pan-americano, assegurando o tetra seguido continental, e teve seu melhor resultado em Mundiais.

Primeiro desafio de 2018

A estreia de Hugo em 2018 será já com um confronto decisivo. No sábado (06), sua equipe, o Liebherr Ochsenhausen, enfrentará Saarbrücken pelas semifinal da Copa da Alemanha de tênis de mesa. Caso vença, disputará o título no mesmo o dia contra Borussia Düsseldorf ou Werder Bremen.

A expectativa é de um grande evento no fim de semana: mais de 3.500 pessoas são esperadas para os duelos na Ratiopharm Arena, localizada na cidade de Ulm. Pela proximidade de Ochsenhausen, Hugo acredita em uma boa presença dos torcedores da sua equipe.

“Estar nas finais da Copa da Alemanha é importante para dar motivação ao time para o resto da temporada.  As finais serão em Ulm, a 40 minutos de Ochsenhausen, então a gente espera ter bastante apoio da torcida”, afirmou Hugo.

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Tênis de Mesa