Siga o OTD

Tênis de Mesa

Brasil finaliza participação por equipes no mundial júnior

Takahashi e Calderano são os destaques do tênis de mesa em 2017
Bruna Takahashi - ITTF

Equipe feminina fica com o 12º lugar, enquanto a masculina termina com o 15º no mundial júnior de tênis de mesa.

O Brasil finalizou sua participação no mundial júnior de tênis de mesa nesta terça-feira (28). A equipe feminina, que havia ficado em terceiro lugar de seu grupo após derrota para os Estados Unidos disputou a chave que definiria do 9º ao 12º dos 20 países participantes. Pela manhã, as meninas enfrentaram a Rússia e acabaram perdendo por 3 a 1 no confronto. Mais tarde, pegaram a República Tcheca e foram derrotadas por 3 a 2. Já a equipe masculina, brigou pela 15ª posição e conseguiu conquistá-la após vitória de 3 a 2 sobre o Chile.

Equipe feminina brasileira

Em sua primeira aparição à mesa no dia de hoje, a equipe feminina encarou a Rússia. A primeira a representar a seleção foi Bruna Takahashi. Ela jogou contra Daria Shadrina e perdeu por 3 sets a 1. Na sequência, foi a vez de Livia Lima deixar o confronto empatado. Ela superou a russa Mariia Tailakova por 3 sets a 1. Depois dela, a brasileira Alexia Nakashima foi dominada por Anastasia Kolish em 3 sets a 0. O confronto decisivo ficou a cargo de Bruna Takahashi, que acabou perdendo novamente, desta vez para Mariia Tailakova por 3 sets a 2, sendo que o último foi 11-1 para a oponente. Sendo assim, o Brasil perdeu o confronto para a Rússia por 3 jogos a 1 e disputaria o 11º lugar contra a República Tcheca.

Contra as tchecas, o equilíbrio foi maior. O Brasil até saiu na frente com Bruna Takahashi, que bateu Katerina Cechova por 3 a 1, mas sofreu a virada nos jogos de Livia Lima e Alexia Nakashima, que perderam para Zdena Blaskova e Stanislava Slezakova, respectivamente, por 3 a 2 e 3 a 1. Na sequência, Bruna voltou à mesa e venceu mais uma, desta vez contra Blaskova por 3 a 0. No jogo que decidiria o 11º lugar, Livia Lima foi a encarregada, mas ela foi dominada facilmente por Cechova por 3 a 0 e o Brasil terminou sua participação em 12º lugar.

Equipe masculina brasileira

Já o masculino, tinha a missão de conseguir o 15º lugar, já que havia ido mal no grupo e perdido para a Argentina na briga pelo 13º. O adversário seria o Chile, que também fazia um torneio ruim até então. No confronto, o Brasil venceu por 3 a 2 e conseguiu encerrar a participação em 15º.

Mais em Tênis de Mesa